Google inaugura loja física interativa em Nova York

Por meio da experiência phygital, a empresa pretende promover um espaço para conhecimento de seus produtos digitais

Foto: Divulgação Google

Seguindo na linha da inovação e buscando trazer a melhor experiência ao cliente, a as marcas seguem se reinventando. E uma das grandes Big Techs do mercado, a Google, não poderia ficar de fora. Conhecida por investir na jornada e experiência do cliente, por conquistar o mercado por meio de dados, a Google deu um passo fora da curva: inaugurou seu primeiro ponto de varejo, mas com um diferencial: a loja é física.

Com cerca de 500 metros quadrados, a loja fica localizada em Chelsea, bairro da cidade de Nova York (Estados Unidos). Os produtos são diversos: hardware do Google, telefones pixel, alto-falantes, monitores Nest. Além disso, a empresa também espera tornar o lugar como um showroom de serviços, como o Google Assistent e o Stadia, serviço de streaming de jogos eletrônicos.

O diferencial da loja física está, como se imaginava, na experiência do cliente: a Google tornou o espaço em um ambiente completamente phygital: é possível interagir com o digital em meio físico e vice-versa.

No blog oficial da empresa, Ivy Ross, VP de Design de Hardware, UX e Pesquisa do Google, comenta sobre a inauguração: “Consideramos todas as maneiras imersivas de as pessoas aprenderem sobre todos os recursos de nossos telefones Pixel e produtos Nest e ver como o melhor do software e dos serviços do Google ganham vida ao usá-los: produtos como Pesquisa Google, Google Assistente, Google Maps, YouTube, Stadia e muitos mais”.

A venda física do produto digital da Google

Com a inauguração da loja, a Google pretende trazer às mãos dos usuários uma experiência híbrida entre o digital e o físico. Assim, a loja dispõe de uma série de itens interativos. Um deles está relacionado ao Google Translator (Tradutor): o usuário poderá falar uma frase e vê-la traduzida simultaneamente — inclusive pronunciada — em mais de 24 idiomas.

Além do tradutor, a empresa também anunciou que terá espaços destinados a testes para seus produtos, tais como uma sala escura para o modo Nightsight dos telefones Pixel, espaços para uso dos notebooks e dos recursos de casa inteligente da Nest.

Já aberta ao público, a loja destaca que tem atenção aos parâmetros de segurança da pandemia: um número limitado de pessoas será permitido na loja, os funcionários usarão máscaras e desinfetante para as mãos estará disponível.

Vale destacar que essa não é a primeira inauguração de loja física da companhia. A anterior, inaugurada em 2016, tinha como objetivo a venda de alguns dos produtos e assistência técnica, mas teve sua unidade fechada no começo da pandemia.


+ Notícias

Antitruste ou ajuda as startups? O que levou o Google a diminuir em 50% as taxas de uso do Google Play

Produtos de cuidados pessoais serão muito buscados na Black Friday, aponta Google






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS