Facebook lança plataforma de áudio para concorrer com Clubhouse

A plataforma de áudio terá discussões ao vivo e podcasts

Foto: Pexels

Na mira de participar da era da voz, as redes sociais têm aumentado cada vez mais a sua conexão com o áudio. Após o sucesso de novas plataformas que são inteiramente baseadas na voz — a ver o recente exemplo do Clubhouse —, o Facebook se movimentou para produzir um espaço no qual fosse possível produzir podcasts.

Da mesma forma como o Clubhouse, a plataforma de Live Audio Room do Facebook comporta até 50 pessoas liberadas para falar ao mesmo tempo, escolhidas pelo anfitrião. Já o número de ouvintes é ilimitado, o que garante espaços de diálogo ao vivo ainda maiores do que os do Clubhouse.

Inicialmente, as salas ao vivo estão restritas para figuras públicas e alguns grupos de Facebook nos Estados Unidos. Para criar uma sala, é necessário que a plataforma seja acessada por meio do aplicativo iOS do Facebook, ou seja, por um modelo Apple. Já os ouvintes poderão participar com Android ou iOS e será possível interagir por meio do chat ou usar o “levantar a mão” para solicitar o poder de fala.

Uma competição na era da voz

O Live Audio Room ainda não está disponível no Brasil, mas vem para complementar as frequentes tentativas do Facebook para a entrada do áudio na rede social. Além de implementar as conversas ao vivo, a rede também terá um espaço unicamente dedicado a podcasts e anunciou a criação do Soundbites, que funciona como uma espécie de Reels do Instagram — já concorrente do TikTok —, mas com foco inteiramente para o áudio.

Segundo o site The Verge, que teve acesso a dados sobre ambas plataformas, o Facebook disponibilizará um miniplayer com vários controles de reprodução, que inclusive abrangem a tela desligada — para ouvir apenas o áudio.

Além disso, o Live Audio Room também contará com alguns outros recursos importantes, como legendas ao vivo, uma maneira de trabalhar a inclusão de pessoas com deficiência auditiva. Para promover uma interação ainda maior, o Facebook também notificará as ações de amigos ou seguidores dentro da plataforma.

Links internos para manter o usuário dentro da plataforma

Outro recurso que chama a atenção, de acordo com o que foi divulgado no The Verge, é que o Live Audio Rooms também permitirá que os anfitriões escolham uma Organização Sem Fundos Lucrativos (ONG) para arrecadar fundos e apoio durante as discussões ao vivo.

Assim, o botão para doação estará disponível no chat, o que evita que o usuário tenha que sair da plataforma e prejudique o engajamento. Esse diferencial para o Clubhouse também é importante, visto que a plataforma funciona apenas com links externos para doações.


+ Notícias

Clubhouse libera aplicativo para Android no Brasil

Clubhouse: entenda a rede social do momento e sua “explosão”






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS