Voa, Fadinha: skatista Rayssa Leal estrela nova campanha da Nike

A medalhista olímpica de apenas 13 anos inspirou meninas em todo o mundo a praticarem esportes

Foto: Reprodução Nike

Você se lembra do que estava fazendo aos 13 anos? Bem, Rayssa Leal vai sempre lembrar. Com 13 anos, a skatista conquistou o pódio nas Olimpíadas de Tokyo 2020 com a medalha de prata. A conquista não apenas traz uma tremenda gratificação ao País, mas também a enquadra em um marco histórico: Rayssa é a mais jovem brasileira a conquistar uma medalha pelo Brasil.

Com o apelido de “Fadinha”, Rayssa fez crescer nos brasileiros a vontade de seguir seus sonhos, especialmente para as meninas. Não à toa, ela estreia a mais nova campanha da Nike: “Vai no Novo”, uma ação que incentiva a prática de esportes e que inclui o filme “Conto de Fadas”, focada na atuação e história de Rayssa.

“A Nike quer incentivar o esporte e mostrar que todos podem praticá-lo, independentemente de gênero. O intuito do esporte é de unir as pessoas”, comenta Gustavo Viana, diretor de marketing da FISIA, Distribuidora Oficial Nike no Brasil.

A Fadinha mais amada do Brasil: um incentivo para a prática de esportes

O lançamento vem em formato de um filme, no qual inúmeros elementos lúdicos relacionados a um conto de fadas são apresentados, uma alusão ao apelido de Rayssa: Fadinha. Há uma mistura, no entanto, com referências do mundo do skate e um forte incentivo à prática de esportes por parte das meninas.

“Eu fico muito feliz em incentivar outras meninas a iniciarem no esporte. O skate é um esporte feminino também. Quero que outras meninas tenham a mesma oportunidade que eu, de ver suas vidas e seus sonhos sendo realizados por meio do esporte. Nós só precisamos acreditar na gente mesmo e em nosso potencial”, comenta Rayssa Leal em comunicado.

Para quem não reconheceu, o apelido ficou famoso graças a um vídeo de Rayssa que, aos sete anos e vestida com uma fantasia de fada, já tinha o costume de andar de skate e impressionava as pessoas ao redor com suas habilidades. O vídeo viralizou na internet e chegou até Letícia Bufoni, skatista profissional brasileira, que era um ídolo da menina e hoje concorre em conjunto com a Fadinha nas Olimpiadas.

Aos 10 anos, Rayssa já havia conquistado patrocinadores e, aos 11, recebeu sua primeira medalha em um torneio internacional.

“A jornada da Rayssa é uma inspiração para todas as meninas ao redor do mundo. Mostra que é possível ser criança e acreditar em contos de fadas, mas ao mesmo tempo ter coragem e adentrar em um espaço que antes não era considerado para meninas”, completa Viana em comunicado à imprensa.

A campanha da Nike pretende reforçar a prática de esportes e inspirar meninas a fazerem o mesmo que Rayssa: acreditarem em seus sonhos e pô-los em prática, algo que deve acontecer dentro do esporte independente do gênero e da idade.


+ Notícias

O que esperar da parceria entre Nike e Centauro?

Nike lança tênis que pode ser controlado pela Siri






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS