Parceria entre Americanas e Santander para fidelidade indica tendência?

Clientes do banco com cartão de crédito elegível ao programa poderão trocar seus pontos por produtos disponíveis pela Americanas

Fonte: Pexels

Talvez um especialista previsse, mas há cinco anos, se um consumidor comum antevisse o mercado brasileiro de fidelidade de agosto de 2021, estaria mais para um adivinhão do que um conhecedor dos hábitos de consumo que praticava. Antes resumido a programas voltados para passagens aéreas a partir de pontos acumulados por compras no varejo, hoje os programas de fidelidade ampliam o leque de uso de pontuação tanto em produtos quanto em lojas. Uma tendência vista já no ano passado com o GPA, que desde o final do ano passado permite resgates do programa do Pão de Açúcar na Droga Raia, no Extra e na Drogasil, a vinculação de programas com diferentes marcas parece tomar corpo com a parceria recente entre a Americanas e o Santander pelo Esfera, programa de recompensa do banco.

Ao que tudo indica, os provedores de programas de fidelidade podem achar um filão nessa alternativa de se consolidarem. O exemplo Americanas-Santander transparece algumas das vantagens de vinculação em fidelidade. Começando pelo consumidor, na união que começa a partir da primeira semana de agosto, mais de 10 milhões de clientes elegíveis no programa poderão trocar pontos acumulados no cartão de crédito do banco ou em empresas parceiras da Esfera por produtos disponíveis pela Americanas.

Pela parceria, os consumidores terão milhares de opções de produtos de diversas categorias como notebooks, telefonia, eletrônicos, eletroportáteis, livros, games e muito mais.

Do lado das marcas, a parceria – firmada pela plataforma de vendas B2B da Americanas, a Americanas Empresas — reforça a atuação junto a novos públicos.

“Nossa escolha de entrar na plataforma foi totalmente influenciada pelo crescimento do consumo online. Hoje, existem mais de 165 milhões de consumidores cadastrados em programas de fidelidade. Estar na Esfera significa proporcionar aos clientes mais uma oportunidade de adquirir nossos produtos e, com isso, garantir a possibilidade de oferecer tudo, a toda hora, em qualquer lugar”, afirma o diretor financeiro da Americanas, Marcelo Nunes.

Para bombar a divulgação da parceria, a Americanas já chega na Esfera comemorando seu aniversário e com descontos generosos, de até 80% de desconto, até 19 de agosto.

Mercado com tendência de alta

O mercado de fidelidade se expandiu de passagens aéreas para experiências e diversificação de produtos. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), antes os pontos eram muito mais acumulados no varejo — e minoritariamente por milhas — e gastos sobretudo em passagens. Com a pandemia, hoje o gasto de pontos em passagens costumava ficar acima dos 80% têm ficado abaixo 60% com a diminuição de voos.

Ainda assim, as empresas de fidelidade e marcas que buscam fidelizar seus consumidores souberam se manter atraentes. Por mais que menos milhas tenham sido emitidas recentemente — com 19,2% menos pontos emitidos no primeiro trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado (R$ 57,9 bilhões ante R$ 71,6 bilhões) —, a quantidade de cadastros tem aumentado. Segundo a Abemf, a quantidade de cadastros nos programas das associadas aumentou 11,1% na comparação trimestral, para 165,4 milhões.

No caso a parceria entre a Americanas e o Santander, dados de cartão de crédito podem ser ainda mais significativos para apontar um mercado em alta. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o consumo via cartão de crédito tem crescido no Brasil. No primeiro trimestre deste ano, o valor transacionado na modalidade chegou a R$ 335,9 bilhões, um aumento de 12,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

No Brasil, o sistema financeiro é o maior gerador de pontos, e no primeiro trimestre deste ano, o varejo correspondeu a 42,7% deste consumo.


+ Notícias

Programas de fidelidade premium chamam a atenção de varejistas

Retailtechs de fidelidade estão em ponto de ebulição no e-commerce






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS