Veja o que teremos no Simpósio sobre a Lei do Superendividamento

No próximo dia 31, a Consumidor Moderno promove um simpósio sobre o superendividamento. Entre outros assuntos, falaremos sobre o papel dos Procons com a nova lei, a jornada de renegociação da dívida e muito mais

Crédito: Unsplash

No próximo dia 31, a Consumidor Moderno vai promover um grande Simpósio sobre a Lei do Superendividamento. Aliás, você já sabe o que é o superendividamento?

Estamos correndo para preparar o melhor evento para todos, inclusive com algumas surpresas. Hoje iremos antecipar o que iremos discutir no evento.

Superendividamento, Procons e Justiça

Uma das novidades previstas na lei do Superendividamento é a criação de critérios mínimos para a renegociação de uma pessoa superendividada, seja sob a mediação de um Procon ou de um juiz togado.

Na Justiça, se o consumidor não concordar com a proposta de renegociação no processo, o juiz poderá criar e impor o chamado plano judicial compulsório. Nele, o juiz poderá determinar o pagamento da dívida do superendividado em até cinco anos, sendo que a primeira parcela será devida no prazo máximo de 180 dias, a contar da homologação do plano.

Já no caso dos integrantes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, caso dos Procons, o consumidor terá o direito de renegociar a dívida em até 5 anos, desde que seja preservado o mínimo existencial.

Nós teremos um painel com entidades, juízas especializadas no superendividamento e empresas vão dizer o que pensam sobre os acordos e até como eles poderão ser celebrados.

A lei e a experiência do cliente

Já notou que o relacionamento entre empresas e clientes anda cada vez mais automatizados? O motivo é que existe um número crescente de empresas apostando em chatbots com inteligência artificial no relacionamento com o cliente, seja para tirar dúvida ou até oferecer um produto.

Para tentar “adivinhar” os desejos dos consumidores sem precisar falar com eles, empresas analisam os hábitos dos consumidores e, a partir disso, desenham jornadas de relacionamentos para diferentes perfis de consumidores. É o que acontece com a oferta de empréstimo pessoal.

O momento é discutir o que vai mudar na oferta ou em alguma etapa de relacionamento entre a instituição financeira e o cliente. Nesse sentido, há uma etapa a ser analisada: a jornada da renegociação da dívida do superendividado nos diferentes canais, inclusive digitais. Afinal, será  possível automatizar a renegociação da dívida com a presença de diversos credores ao mesmo tempo?

Esse é o objetivo desse debate sobre experiência do cliente e a lei do superendividamento.

Influenciadores da educação financeira

É cada vez maior o número de influenciadores que abordam temas que influenciam os hábitos e costumes dos consumidores. Um exemplo é io nfluencer que aborda justamente sobre finanças pessoais – em alta nas redes sociais.

No Simpósio teremos um bate-papo com influenciadores digitais de finanças e educação financeira sobre como podemos criar uma sociedade mais responsável e consciente com o próprio dinheiro.

Afinal, de que maneira eles podem influenciar os consumidores para que eles não se tornem superendividados?


Veja o nosso webinar sobre o superendividamento






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS