Meu Dim Dim mira PMEs para parcerias de cashback e maior fidelização de clientes

Aumento nas vendas e visibilidade para marcas de pequeno e médio porte são parte dos resultados em parceria da plataforma Meu Dim Dim na oferta de cashback

Foto: Nataliya Vaitkevich/Pexels

Fazer negócios durante a pandemia exige inovação e criatividade para alavancar resultados. Muitos já conhecem o cashback, a modalidade de compra que devolve parte do dinheiro ao consumidor e que é geralmente oferecido aos clientes por empresas de grande porte. De olho nos benefícios do programa, a plataforma de cashback 100% brasileira Meu Dim Dim  vem se dedicando a ajudar principalmente as PMEs na empreitada de atrair e fidelizar clientes com esse tipo de programa. A Dali Relógio, uma das contempladas na parceria, já começou a vislumbar os bons resultados.

Joilson Lobato, fundador da loja de relógios e acessórios,  revelou que desde a conclusão da parceria, as vendas aumentaram em 15%, com atenção especial à recuperação de 12% dos carrinhos abandonados no site nos últimos 30 dias. Esse foi o atrativo que fez a empresa impactar positivamente o faturamento do e-commerce. Oferecer o cashback auxiliou decisivamente no aumento da fidelização do cliente. Lobato conta ainda que implantou esse recurso em setembro de 2020. Na véspera  de completar um ano de parceria com a plataforma, a expectativa do fundador da Dali Relógios é de que as vendas alcancem crescimento de 30% a um ticket médio de R$ 250.

“Com mais pessoas voltando a trabalhar, há uma tendência de que a economia, de maneira geral, melhore. As pessoas voltarão a gastar mais e o cashback certamente será um adicional interessante para que escolham nossos produtos”, analisa Joilson Lobato.

Planejamento estratégico

Em lojas físicas ou online, o cashback é uma ferramenta de grande valor, por isso a Dali Relógios quer intensificar as ações com o programa. Segundo o empresário Lobato, as ações estão contempladas no planejamento estratégico da empresa. Os percentuais de cashback oferecidos pelo e-commerce serão ampliados especialmente em datas comemorativas. No Dia dos Pais, por exemplo, foi oferecida uma campanha em que o cashback passou de 2% para 5% no valor das compras.

Para Felipe Rodrigues, sócio-diretor do Meu Dim Dim, oferecer cashback aos consumidores, além de ser uma maneira interessante de fidelizá-los, também é um incentivo à realização das chamadas ‘compras inteligentes’. “O cliente que entende que o cashback significa receber um percentual do valor investido em uma compra de volta na conta para usar com o que for necessário, vai enxergar na marca que oferece o benefício um parceiro real, que não está em busca apenas de realizar uma venda, mas que quer incentivá-lo a fazer o melhor uso possível do seu capital”, analisa o executivo.

 Vantagens para loja de pequeno ou médio porte

Existe a possibilidade de oferecer destaque para marcas criadas recentemente que precisam se consolidar no marcado. Rodrigues explica que, quando uma loja de pequeno ou médio porte estabelece parceria com uma plataforma de cashback, é possível ter a sua loja disposta em uma “vitrine democrática”, ao lado de marcas já reconhecidas no e-commerce.

Dessa forma é possível competir pelo cliente utilizando o mesmo canal, com ganho de visibilidade e de credibilidade. “Por esses e outros motivos, penso no cashback como um caminho sem volta. As chances de frustração do consumidor são minimizadas, visto que o uso do bônus acontece da maneira que o próprio consumidor escolhe, e as lojas têm uma ferramenta poderosa de fidelização nas mãos”, Felipe Rodrigues. O Meu Dim Dim é uma plataforma de cashback que atende aos pequenos e médios lojistas online, que normalmente não têm acesso a tecnologias e programas de fidelização desse tipo.


+ Notícias

Conheça bons programas de cashback no Brasil

O poder dos programas de cashback e como as empresas devem olhar para eles

Por que o cashback é ferramenta para a fidelização de clientes

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS