ESG na prática: como as empresas estão incorporando agenda mais positiva

Antes um desafio, a agenda ESG se mostra como uma oportunidade para empresas que fidelizam clientes preocupados com um consumo mais sustentável

ESG na prática: como as empresas estão incorporando a agenda positiva

Trabalhar a agenda ESG em prol do planeta e da sociedade é algo que hoje tem adquirido um valor ainda mais especial. Afinal, é uma questão de sobrevivência no mercado: as empresas que investem ativamente em prol da humanidade e de soluções sustentáveis ao planeta não só são mais notáveis como também contribuem com um papel social importante e cobrado pelo consumidor nos últimos anos.

E o que antes era um desafio, hoje pode ser interpretado como oportunidade. Com cada vez mais consumidores preocupados com um consumo mais consciente, empresas que promovem um trabalho em consonância com as necessidades do planeta, ficam mais próximas de maior fidelização do cliente.

As mudanças podem ser mensuradas. A captação líquida dos fundos ligados ao ESG foi de R$ 107 milhões no fim de 2019 para R$ 4,43 bilhões no fim de 2020, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Os investimentos relacionados de alguma forma ao ESG são cada vez mais expressivos. De acordo com o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), criado pela Bolsa de Valores Brasileira, em 2020, 37,62% de todo o valor acionário do Brasil estava englobado no ISE, segundo dados da B3.

Confira na revista digital da edição 265 Consumidor Moderno como as empresas estão incorporando a agenda ESG na concepção de produtos, com geração de engajamentos e criação de padrões de comportamento com reflexos no consumidor e na sociedade.

Divulgação da revista


+ Notícias

Omnicanalidade fluida: um sonho distante ou uma realidade?

CEO da Alelo fala sobre as mudanças para atender as necessidades dos clientes






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS