TikTok ou Reels: onde investir para aumentar o engajamento?

Saiba como definir a melhor estratégia digital para seu conteúdo e aumentar o alcance de público da sua marca

Foto: Cottonbro/Pexels

TikTok ou Reels, eis a questão? Não é nenhum drama shakespeariano, mas selecionar a melhor mídia para a sua marca pode ser decisivo em questão ao engajamento desejado. E pode ser uma decisão não tão fácil assim. A popularização do TikTok entre os usuários nos últimos meses é notável. Tanto que o Reels do Instagram até aumentou o tempo do vídeo para 60 segundos, em julho de 2021. Mas, pensando em estratégia digital para marcas, qual das duas ferramentas é a melhor para investir?

Um bom ponto de partida é observar a performance de cada uma das mídias, e, assim, definir qual é melhor. Para Gláucio Amaral, diretor executivo da Agência Ecco, na teoria, os dois aplicativos possuem a mesma função: permitem criar micro vídeos criativos, usando áudios com efeitos, e têm a finalidade de gerar mais engajamento na era do consumo de informação de forma rápida. Atualmente, o TikTok permite produzir conteúdos de até 60 segundos, mas isso deve mudar em breve, já que o aplicativo chinês relizou testes e pouco a pouco está liberando janelas de até 3 minutos de vídeo.

Agora, quando o assunto é alcance de público, Amaral  avalia que são nítidas as vantagens do TikTok frente aos outros aplicativos. “Por lá, a maioria dos usuários afirma ser impactado com assuntos que se encaixam perfeitamente em suas preferências, comprovando um algoritmo muito mais assertivo. Mas, para isso acontecer, a produção e edição de vídeos devem ser feitas na própria ferramenta. Isso vale também para o Reels”, explica.

Engajamento em alerta

Atenção! É preciso cuidado para não comprometer o engajamento.  Postar vídeos com marca d’água do aplicativo concorrente pode prejudicar e fazer com que o algoritmo não priorize o conteúdo, explica Amaral. Mas pensando nas ferramentas oferecidas, isso não deve ser um problema na hora da produção, já que as duas plataformas têm a opção de inclusão de músicas, filtros e até o aumento da velocidade de gravação. “Em relação às músicas, para contas comerciais, tanto o Reels quanto o TikTok, possuem uma biblioteca onde podem ser consultadas as canções livres de direitos autorais”, detalhou o publicitário.

O TikTok chama atenção por apresentar mais recursos. E as contas comerciais podem usar remix de músicas feitas por outros usuários, sempre linkando com o autor do áudio. Existe também um espaço conhecido como “for you”, ao qual o app chinês proporciona aos usuários conteúdos com temas personalizados em sintonia com seus gostos, incluindo de contas que não conheciam. “Esse ponto é ótimo para as empresas e criadores de conteúdo, uma vez que possibilita a distribuição do post para o maior número de pessoas fora da sua base de seguidores”, conta.

O que a marca deve priorizar?

As experiências e os resultados vão influenciar na questão de saber qual rede social a marca deve priorizar. O publicitário ressalta que é necessário mapear e entender o perfil de seu público-alvo. “Naturalmente o TikTok é uma plataforma que atrai mais jovens, então caso o negócio seja voltado para esse grupo, não deixe de postar por lá. Já as pessoas da geração X estão acostumadas com o Instagram. Nesse caso, vale considerar a produção de conteúdos no Reels para atraí-las”, explicou.

É recomendado sempre ousar nas temáticas e usar (e ousar) a criatividade com essas mídias. “São itens fundamentais para alcançar bons resultados e aumentar as chances do conteúdo viralizar entre os usuários do Reels e Tik Tok. Manter-se atualizado sobre as mudanças de dinâmicas dos algoritmos e o público-alvo de cada rede social também é o segredo para que as marcas consigam aproveitar todas as oportunidades existentes”, disse o Diretor Executivo da Agência Ecco.


+ Notícias

Marcas no TikTok: como usar a rede social do momento ao seu favor

12 dicas certeiras para aumentar o engajamento no seu Instagram






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS