Lojas Renner nega contato e negociação com autores do ataque cibernético

Diretor de Relações com Investidores comunicou em nota que Lojas Renner restabeleceu acesso ao site e aplicativos, mas não manteve contato com autores do ataque; empresa assegura que banco de dados estão preservados

Fonte: Renner

Após o ataque cibernético sofrido na semana passada, a Lojas Renner emitiu um comunicado para esclarecer ao público os procedimentos da empresa. “A Companhia ressalta que não fez nenhum contato com os autores desse ataque, tampouco negociou ou fez pagamento de resgate de qualquer espécie”, afirmou Alvaro Jorge Fontes de Azevedo, Diretor de Relações com Investidores.

Depois de ter o sistema infectado por um ransomware, a operação do e-commerce da Lojas Renner foi restabelecida nos sites na manhã de sábado, 21, e nos aplicativos no dia seguinte. A empresa assegurou que os principais bancos de dados permanecem preservados e também que todos os sistemas prioritários já estão operacionais.

Antes da Lojas Renner outras empresas conhecidas sofreram o mesmo tipo de ataque como a JBS e o laboratório Fleury. O ocorrido gerou um alerta para que outras empresas se antecipem para proteger seus negócios nas plataformas online. “A Companhia continua atuando de forma diligente e manterá o mercado informado de qualquer informação relevante relacionada a este evento”, assegurou Alvaro Jorge.

As lojas físicas permaneceram abertas e operando durante todo o tempo, com indisponibilidade de apenas alguns processos por algumas horas da quinta-feira, 19, no dia em que sofreu o ataque. “As equipes permanecem mobilizadas de acordo com o plano de proteção e recuperação, com todos os seus protocolos de controle e segurança, e com um trabalho de apuração, documentação e investigação sobre o ocorrido” ressaltou Azevedo.


+ Notícias

Após ataque cibernético criminoso, site e app da Lojas Renner continuam fora do ar

Ciberataques buscam dados e dinheiro: veja como proteger sua empresa




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS