Como a Kavak planeja revolucionar o mercado de carros usados no Brasil

A Kavak desembarcou no Brasil com a promessa de facilitar a compra e a venda de carros usados no país, usando a tecnologia como principal aliada

Como a Kavak planeja revolucionar o mercado de carros usados no Brasil

A Kavak, startup mexicana de compra e venda de carros usados, divulgou a sua chegada ao Brasil anunciando um investimento de R$ 2,5 bilhões no país, e projeta fazer daqui a maior operação da empresa no mundo.

Também, não é para menos: o Brasil é o terceiro maior mercado de seminovos e usados do mundo, com cerca de 10 milhões de transações por ano no setor. Entre elas, 60% são feitas entre pessoas físicas.

Para liderar a Kavak Brasil, Roger Laughlin, um dos fundadores da empresa, assume a posição de CEO da operação brasileira. “Hoje, a companhia já tem 300 mil m² em infraestrutura e nosso plano é expandir ainda mais no Brasil. Estamos investindo dez vezes mais no Brasil do que em qualquer outro país, devido ao tamanho do mercado e oferta local fragmentada. A Kavak Brasil será a nossa maior operação”, comenta o executivo.

O modelo de negócio no Brasil seguirá o mesmo do México: o proprietário de um carro com menos de 10 anos de fabricação e em boas condições pode vendê-lo para a Kavak, com orçamento feito pelo site. No momento de comprar o carro, a Kavak faz a vistoria de 240 itens e estudo documental do veículo, e formaliza a proposta final. O negócio pode ser fechado online, e o cliente recebe o pagamento, muitas vezes no mesmo dia.

Uma vez comprado, a Kavak recondiciona completamente o automóvel antes de colocá-lo à venda no site. Já os clientes interessados em comprar um carro podem buscar os modelos disponíveis na plataforma online e explorar os produtos de financiamento oferecidos pela Kavak, além de ter a documentação facilitada por um representante de cartório no próprio hub da empresa.

“Até hoje, comprar um carro usado era um processo complicado e desanimador. Oferecemos um serviço simples, transparente, confiável e amigo do cliente. A garantia de dois anos, período inédito nesse mercado, reforça nosso modelo de negócio. No caso do público brasileiro, estamos chegando para formalizar uma indústria cheia de incertezas em suas transações: a experiência de comprar um carro usado deve ser tão prazerosa e segura quanto a de comprar um carro zero quilômetro”, explica Laughlin.

Os diferenciais propagados pela Kavak

Ao desenvolver seu próprio algoritmo baseado em inteligência artificial, a Kavak promete oferecer uma solução personalizada para eliminar a insegurança e fraudes do ecossistema de compra e venda de seminovos e usados.

“Nós cuidamos da jornada do carro e do cliente, do início ao fim, e de uma forma escalável. Você pode até ser bem atendido em uma loja de usados pequena, mas a Kavak vai além e oferece uma experiência transparente e confiável, atendendo ainda um grande volume de consumidores com o mesmo padrão de qualidade”, enfatiza o CEO.

Segundo o executivo do unicórnio mexicano – a startup mexicana já vale mais de US$ 4 bilhões e é uma das cinco startups mais valiosas da América Latina – um dos diferenciais da marca é que nas transações de compra e venda, não existem intermediários, mas a própria Kavak.

“Os automóveis estão em nosso nome. E antes de colocarmos o carro à venda em nossa plataforma, nos responsabilizamos por fazer uma inspeção completa para garantir que todos os veículos estejam em perfeito estado, antes de disponibilizarmos ao cliente. Também permitimos a devolução em até 7 dias do veículo ou 300km, caso o automóvel não corresponda às expectativas do cliente. Essas facilidades não existiam na nossa indústria, até hoje”, pontua.

O modelo de negócio da startup mexicana contempla diferentes tipos de atendimento. Ele pode ser 100% digital, por meio do site da Kavak, ou híbrido (presencial e online), que possibilita a consulta do automóvel de interesse do cliente, que escolhe os modelos que deseja conhecer pela plataforma, e faz o agendamento a uma visita presencial em um dos hubs da empresa, para que veja o carro antes de fechar o negócio, caso tenha interesse.

Investimentos a todo vapor

Ainda dentro do pacote de investimentos para alavancar as operações no Brasil, a companhia anunciou neste mês a criação do Tech Hub, uma célula especial de tecnologia e inovação dedicada a buscar novas soluções e formatos para o negócio.

“O projeto é global e conta com três células, uma em cada país – México, Argentina e Brasil. Cada time terá foco em uma frente estratégica para nós. O México será focado em operações, a Argentina, em finanças, e o Brasil será dedicado a desenvolver soluções para melhorar cada vez mais a experiência do cliente. Globalmente estamos contratando mais de 500 profissionais de TI”, revela o CEO.

Segundo a companhia, o motivo do Brasil concentrar o polo de estudo do consumidor é porque o país conta com uma população que gosta de carros, e um consumidor exigente com sua experiência – uma referência na América Latina. “Além disso, sabemos que o brasileiro está muito presente na jornada de compra digital”, enfatiza Laughlin.

O Tech Hub do Brasil irá desenvolver e implementar soluções para a ponta, na experiência do consumidor – como aplicativo global da Kavak. Entre as funcionalidades, o app deve replicar todas as ferramentas já disponíveis no site, além de somar facilidades exclusivas para a modalidade.

Além disso, o time do Brasil será responsável por criar ferramentas internas, da porta para dentro, para otimizar a equipe.

Para viabilizar este projeto, a Kavak prevê a contratação de 300 profissionais brasileiros. Grande parte das vagas é destinada a engenheiros de software.

O processo de recrutamento e seleção para as vagas no Brasil começam a partir de setembro. Os profissionais interessados podem acompanhar as posições disponíveis no portal de carreira da empresa.


+ Notícias

A corrida dos serviços por assinatura: Mercado Livre aperta competição

Parcerias entre varejistas e empresas de logística favorecem e-commerce






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS