Viagem à Lua? Confira modalidades de turismo alternativas está restrita a milionários

Destinos alternativos oferecem experiências diferentes para qualquer momento da vida

Viagem à Lua? Confira modalidades de turismo alternativas enquanto só Bezos pode ir ao espaço

A viagem para a Lua está logo aí? Se depender de Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo e proprietário da Amazon, de Elon Musk,  fundador, CEO e CTO da SpaceX, e do bilionário Richard Branson, sim. A largada para a corrida de turismo espacial foi oficialmente dada. Em julho, Bezos e mais três pessoas foram ao espaço. A viagem durou apenas 10 minutos, mas foi o primeiro passo para um mercado que ele já afirmou ter interesse em atuar. O projeto de Bezos faz parte dos planos de negócios de uma de suas empresas, a Blue Origin, que, segundo ele, quer tornar a viagem ao espaço algo real.

Duas semanas antes do seu voo, o bilionário inglês Richard Branson fez uma viagem similar com outros 5 passageiros a bordo do foguete VSS Unity, da Virgin Galactic, sua empresa. E nesta quarta-feira, 15, é a vez do empresário famoso por sua fortuna e por suas aventuras tecnológicas, o sul-africano Elon Musk, levar a primeira tripulação formada inteiramente por civis à órbita da Terra.

Mas mesmo com todos os avanços, a realidade é que esse tipo de turismo ainda vai demorar um tempo para acontecer. Além do valor da “passagem”, que combina com a conta bancária do empresário, são muitas outras questões envolvidas nisso.

Mas para quem quer entrar na onda de destinos diferentes, curiosos e exclusivos, o turismo alternativo pode ser a resposta. O formato busca oferecer experiências diferentes (em diversos sentidos) aos viajantes e vários tipos de pacotes já são oferecidos pelas agências.

O mercado do turismo

Descansar, conhecer uma cidade nova, levar os filhos para se divertirem em parques. Quando se fala em turismo, existem diversas opções e possibilidades. Destinos mais clássicos ainda são maioria, mas o turismo alternativo também vem ganhando adeptos, tanto que muitas companhias de viagem já oferecem opções exclusivas e exóticas para seus clientes.

O mercado de turismo foi um dos mais afetados durante a pandemia, mas para o pós, é um dos que promete ter mais crescimento, o que pode impulsionar destinos antes não tão comuns. De acordo com uma pesquisa do Booking (plataforma de reservas), realizada no final de 2020, viajar continua sendo um dos grandes sonhos da maioria das pessoas, sendo que 67% dos brasileiros afirmaram estar animados para viajar assim que o período de restrição acabar.

Outro ponto interessante é que os viajantes afirmaram que têm o desejo de irem tanto a destinos nacionais quanto internacionais na mesma proporção. Essa é, inclusive, uma das tendências apontadas pela empresa de reserva: viagens locais, buscando experiências diferentes dentro do próprio país (e até mesmo dentro do próprio estado) vão ganhar força, abrindo espaço para diversos tipos de turismo alternativo.

Sites de hospedagem como o próprio Booking e Airbnb também se tornaram opção para quem busca um destino diferente e aqueles que optam por curtir o local sem interferências. Nas duas plataformas é possível encontrar tanto quartos em hotéis, pousadas e hostels, quanto opções de chalés e casas únicas, sendo que muitas hospedagens são uma experiência por si só.

Além disso, com essas possibilidades, de acordo com artigo do Booking, as pessoas têm a possibilidade de aproveitarem experiências exclusivas que não teriam em uma viagem comum, por exemplo, algo que também será valorizado nos próximos anos.

Modalidade de turismo alternativo

O ramo do turismo alternativo e exótico é amplo e nas agências de viagem é possível encontrar pacotes nacionais e internacionais para isso. De acordo com artigo da CVC, uma das maiores agências do Brasil, é possível encontrar destinos diferentes em qualquer lugar do mundo e para todos os gostos, indo desde o turismo de natureza até o turismo de negócios.

Turismo de natureza

Graças às beleza naturais do Brasil, o turismo de natureza é apontado pelas agências como um dos mais comuns por aqui e também um dos mais valorizados pelos estrangeiros que visitam o país. Para isso, existem diversos destinos já clássicos, como as principais praias do país, mas é possível fazer algo alternativo.

Para dar um exemplo disso, é só olhar para o litoral paulista. Ilhabela é uma das ilhas mais procuradas para o turismo, mas saindo das praias principais e, literalmente, atravessando a ilha, é possível ter uma experiência exclusiva na Praia de Castelhanos. Para chegar até lá, é preciso guias, carros adequados e uma agência acompanhando. Isso porque o turismo por lá é voltado à comunidade e poucas pessoas têm acesso à praia, dando exclusividade ao local.

Turismo de luxo

Como o nome sugere, o turismo de luxo é baseado, principalmente, nas experiências luxuosas da viagem. O destino em si, pode variar, mas de acordo com o site Visit Dubai, a cidade (que já é conhecida por seus monumentos modernos e luxuosos) é um dos destinos preferidos para quem quer aproveitar tudo do bom e do melhor nas terras árabes.

De acordo com o site oficial do turismo em Dubai, o grande diferencial do turismo de luxo é oferecer experiências locais, mais do que apenas um bom quarto de hotel e uma comida com estrelas Michelin. Por isso, o país investe em criar destinos e atividades tanto em Dubai quanto no deserto dos Emirados Árabes a fim de atender a demanda crescente por pessoas que buscam por esse tipo de turismo.

Turismo histórico e cultural

Para quem quer mais do que apenas conhecer os principais pontos turísticos de uma cidade, uma modalidade ofertada por algumas agências de turismo é a histórica e cultural. Indicada para quem quer saber detalhes mais aprofundados do local que visita, o formato é bastante vendido para destinos europeus, com agências que montam roteiros históricos por lá acompanhados de guias especializados na história do local.

Um dos destinos mais conhecidos desse tipo de turismo é a visita à chamada Terra Santa, que passa por Israel, Jerusalém, Jordânia e outros países da região, tudo feito com guias que explicam a história do local e sua ligação com a história de Jesus.

Turismo gastronômico

Para quem valoriza a gastronomia, o turismo gastronômico tem como objetivo apresentar os melhores restaurantes de um destino, considerando tanto a qualidade em si quanto sua importância cultural para o local. Agências oferecem planos de turismo gastronômico principalmente na Europa, mas a cidade de São Paulo também vem sendo cada vez mais reconhecida por seus restaurantes e bares, também sendo uma opção para aqueles que desejam conhecer a capital paulista de um jeito diferente.

O turismo alternativo, que vai além da compra de pacotes prontos para as férias, vem ganhando adeptos principalmente pela exclusividade, já que garante experiências únicas e diferentes, mesmo em destinos já conhecidos. Assim, enquanto a Lua ainda é um objetivo de Jeff Bezos e de mais bilionários, é possível aproveitar locais exóticos, alternativos e diferentes sem sair da Terra.


+ Notícias

Depois de 18 meses de isolamento, o brasileiro volta a investir em lazer e diversão

Em nota técnica, Senacon orienta sobre remarcação e reembolso no Turismo






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS