Transformação digital e digitalização: diferenças e importância para as empresas

Processo é cada vez mais essencial para se manter relevante no mercado

Transformação digital e digitalização: diferenças e importância para as empresas

Ter uma presença digital e atuar de forma competitiva no mundo virtual não é mais uma opção, mas sim uma necessidade para a sobrevivência de qualquer negócio. A pandemia explicitou essa questão e colocou a necessidade da implementação de uma transformação digital na pauta do dia de muitas empresas.

Com tantas tecnologias e sistemas sendo criados a todo momento, soluções é que não faltam. A transformação digital e a digitalização podem trazer inúmeros benefícios para uma empresa, mas suas implementações estratégicas exigem organização e segurança e são um grande desafio para as organizações que – muitas vezes – não sabem diferenciar uma nomenclatura da outra.

Transformação digital e digitalização: o que são, afinal?

Apesar de muitas vezes os dois conceitos serem utilizados como sinônimos, eles se referem a processos diferentes. Enquanto a transformação digital está relacionada a uma mudança de processos de maneira mais geral dentro de uma empresa, a digitalização geralmente refere-se a algo mais pontual.

No caso da transformação digital, é possível tornar processos de produtividade, comunicação e produção mais ágeis e modernos. A digitalização, por outro lado, é aplicada em algo específico, para facilitar algo pontual dentro do trabalho da empresa. Seja em aspecto mais geral ou pontual, os dois processos chegaram para contribuir com o trabalho da empresa.

Para Marijus Briedisd, CTO da NordVPN, empresa especializada em segurança digital e cibernética, esse é o principal papel da transformação digital. “A tecnologia não está apenas melhorando a vida das pessoas, mas também tornando o trabalho mais fácil em muitos setores”, diz. Segundo ele, a transformação digital ajuda uma organização a acompanhar as demandas emergentes dos clientes e, portanto, sobreviver no futuro.

“É isso que permite que as empresas concorram melhor em um ambiente econômico que muda constantemente em resposta às evoluções da tecnologia. Uma gestão adequada dessa mudança digital dá às empresas a oportunidade de acessar vantagens operacionais e produtivas”, avalia.

Fazer essa transformação digital ou digitalização dentro da empresa, de acordo com ele, exige cuidado e estratégia na implementação. Organizar o momento de transição, segundo o profissional, é primordial. Ele cita alguns pontos que merecem atenção nesse processo:

● Reunir e analisar os dados da empresa até aquele momento;
● Tornar CIOs (Chief Information Officer) e CTOs (Chief Technical Officer) parte do quadro geral de mudança;
● Estabelecer metas baseadas em insights a partir dos dados;
● Construir uma cultura pronta para a transformação em diversos níveis;
● Aproveitar o gerenciamento ágil de projetos para elaboração de estratégias.

Outro ponto importante que cerca o tema da transformação digital é a capacitação de profissionais para uso das tecnologias. Mais do que saber utilizar sistemas, o data literacy, ou a alfabetização de dados, é apontada como uma das habilidades mais importantes para as pessoas no futuro, de acordo com o artigo O fator humano: Trabalhando com máquinas para tomar grandes decisões, da PwC em parceria com a Forbes Insights. Isso porque, assim como saber uma nova língua, saber ler e entender dados passa a ser importante para as estratégias organizacionais.

A importância da transformação digital

De acordo com artigos de consultorias de negócios como a PwC, Deloitte, com tantas tecnologias e sistemas, quando uma companhia não implementa passos para tornar seus processos mais transparentes, ágeis e organizados, seu espaço no mercado acaba minguando.

Segundo o CTO da NordVPN, um dos principais objetivos em realizar uma transformação digital ou digitalização da empresa está relacionado com as finanças. “Um estudo do Gartner mostrou que 79% dos estrategistas corporativos afirmam estar digitalizando seus negócios para criar novos fluxos de receita. A transformação digital oferece uma oportunidade de combinar práticas e maneiras de fazer os processos que resultem em novas técnicas, habilidades e fontes de renda”, explica.

Todos esses resultados estão interligados com outros benefícios trazidos pela transformação digital, e o profissional de tecnologia aponta alguns dos principais:
● Redução de custos;
● Economia de tempo e energia nos processos;
● Descentralização da produção, facilitando a mobilidade e a comunicação remota;
● Melhoria na eficiência operacional e produtividade;
● Gera vantagem competitiva para a empresa por poder aprimorar a qualidade dos produtos e serviços fabricados;
● Aumento da velocidade de resposta às mudanças na demanda do mercado;
● Impulsionamento da cultura de inovação, preparando a empresa para antecipar qualquer ruptura.

Assim, ele aponta que esse processo de transformação tecnológica precisa estar nas principais estratégias futuras da empresa para manter a relevância desta no mercado.

Tecnologias emergentes e setores de investimento

No estudo As oito essenciais, a PwC aponta algumas das principais tecnologias emergentes que estão guiando as transformações nas empresas. Grande parte delas estão relacionadas principalmente a processos de automação e leitura e organização de dados. Inteligência artificial, internet 5G e Internet of Things (IoT) são algumas das vistas como primordiais nesses processos.

A partir dessas e outras tecnologias, são diversos os setores de uma empresa que podem ser beneficiados, melhorando não apenas a organização interna como também a produção e os serviços.

Marijus Briedisd afirma que, no mercado de tecnologia, setores de hardwares e softwares da empresa são alguns que merecem investimento quando o assunto são tecnologias, sendo um dos mercados mais beneficiados com a transformação digital das empresas.

O profissional também indica um setor que merece atenção especial, tanto para processos internos quanto para empresas de tecnologia: o de cibersegurança. “Uma barreira comum na transformação digital é a segurança. Com os dados agora armazenados na nuvem, em nossos dispositivos e até mesmo nos chips de nossos cartões de crédito, manter as informações seguras se tornou uma indústria em crescimento”, explica, dizendo que empresas que oferecem soluções de cibersecurity tem um grande campo a explorar, principalmente por conta da importância cada vez maior disso.

“Quase 80% dos executivos globais listam a segurança cibernética como sua principal prioridade de gerenciamento de risco. A segurança que é impulsionada pela transparência, auditabilidade e observabilidade deve se tornar partes centrais do processo total”, afirma o profissional em segurança digital.

Seja pela transformação digital ou pela digitalização, agilizar os processos de maneira segura é, de acordo com o especialista e as consultorias, o principal ponto que as tecnologias trazem, sendo necessário atenção às novidades desse setor.


+ Notícias

Qual é o real valor de uma inovação em ganhar escala na jornada do cliente?

Transformação digital nos processos de gestão de pessoas






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS