Conexão mobile lidera preferência dos brasileiros e supera comportamento multiplataforma

Estudo da Comscore sobre comportamento digital mostra destaque da audiência mobile no Brasil, inclusive para a experiência com as marcas

Tempo de leitura: 3 minutos

5 de outubro de 2021

Conexão mobile lidera preferência dos brasileiros e supera comportamento multiplataforma| Foto: Pexels

A preferência dos brasileiros pela navegação em dispositivos móveis é um comportamento observado já há algum tempo – e um novo estudo confirma esse movimento. Segundo o levantamento “Tendências e Comportamentos Digitais 2021”, realizado pela Comscore, o Brasil lidera a audiência mobile na América Latina com 112 milhões de usuários (alta de 6% com relação a 2020).

O comportamento conectado é observado no país e teve aumento também em decorrência da pandemia, conforme explica a consultoria. O movimento multiplataforma é outro destaque: cerca de 126,5 milhões de usuários se conectam tanto em dispositivos móveis quanto em desktop. Os dados são do primeiro semestre de 2021 e mostram uma alta de 3% em relação ao fim do ano passado, quando eram 122,7 milhões.

Assine já a newsletter da Consumidor Moderno!

Os números específicos de cada device mostram o quanto o mobile está na frente. Cerca de 77,9 milhões de brasileiros acessam a internet apenas via dispositivos móveis enquanto 14,5 milhões acessam exclusivamente pelo desktop. Entre os que utilizam os dois modos, o número é de 34,1 milhões de usuários. “Os smartphones são preferência entre os brasileiros e, seguramente, a pandemia foi uma impulsionadora do seu uso para diferentes funções. Isso nos direciona a uma sociedade cada vez mais conectada”, destaca Alejandro Fosk, diretor geral da Comscore América Latina.

O tempo conectado também está cada vez mais alto. Segundo o estudo, o brasileiro passa, em média, 3 horas e 23 minutos por dia conectado à rede. A quantidade de minutos consumida por meio de dispositivos móveis teve uma alta de 23% entre janeiro de 2020 e junho de 2021, enquanto o acesso via desktop permaneceu constante. Como resultado, 81% dos vídeos reproduzidos na internet são consumidos nos celulares ou tablets e o uso de aplicativos representa mais de 90% do tempo consumido nesses dispositivos.

Perfil dos usuários

A pesquisa mostra uma pequena mudança entre as gerações quando se fala de conectividade. Isso porque o número de baby boomers conectados aumentou 30% no último ano, levando o grupo a se destacar no acesso à rede junto aos millennials. Geograficamente, a região que lidera em número de consumidores é o Sudeste (48,5%), seguida pelo Nordeste (23,4%), Sul (14,9%), Centro-Oeste (7,8%) e Norte (5,4%) em quantidade de pessoas conectadas. Em relação ao gênero, o perfil está equilibrado entre 50% de homens e 50% de mulheres.

O principal interesse dos usuários é Entretenimento seguido por conteúdos sobre Games – setor que vem chamando a atenção para a interação das marcas, como mostra o case do iFood com o GTA. As redes sociais também seguem em alta com acúmulo de 343,5 milhões de minutos em navegação pelos usuários.

Experiência do cliente

No recorte da pesquisa sobre e-commerce, a plataforma representa 90,2% de alcance na categoria de varejo, chegando a 73 milhões de usuários. No ranking de audiência em tempo gasto, o aplicativo Shopee aparece na liderança, seguido por Mercado Livre, Amazon e B2W. Os respondentes concordam com a ideia que comprar online é seguro e torna a vida mais fácil.

Assine a newsletter da Consumidor Moderno

O grande fluxo de atividades via mobile, ao mesmo tempo, pede atenção das marcas com relação à experiência dos usuários. Cuidados com o design mobile o tempo de carregamento das páginas, por exemplo, precisam ser levados em consideração para que o consumidor não desista da compra. Com o tempo alto de uso, o engajamento no mobile representa grandes oportunidades e ações customizadas para o canal podem ser outro diferencial.


+ Notícias

Por que seu cliente nem sempre tem razão – e isso é bom!

Em plena expansão, mercado vegano pode ser aposta de restaurantes para retomada da pandemia




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS