Conheça as 15 empresas na disputa pela oferta do 5G no Brasil

De acordo com a Anatel, 15 empresas se cadastraram para o leilão do 5G, o maior do gênero da história. As três maiores operadoras estão no páreo

O mundo recheado de coisas conectadas à internet e de tantos outros benefícios de uma conexão até 20 vezes superior ao 4G deu mais um passo importante nesta quarta-feira (27).

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) recebeu, por meio da Comissão Especial de Licitação (CEL), a documentação das empresas interessadas na licitação das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, o Leilão do 5G.


Assine a newsletter e fique por dentro das novidades sobre customer experience


A licitação das radiofrequências será a maior oferta de espectro da história da Anatel. Estima-se que R$ 70 bilhões devem ser investidos pelas operadoras de telecomunicações em todo o Brasil para cumprir as obrigações previstas no edital. Entre os compromissos estão a ampliação da cobertura 4G em mais de 9 mil localidades e em 31 mil quilômetros de rodovias; a expansão da infraestrutura de fibra ótica; e a implantação da Projeto Amazônia Integrada e Sustentável e da Rede Privativa da Administração Pública Federal.

O restante do valor, estimado em R$ 99 bilhões, refere-se a investimentos necessários à prestação comercial de serviços de telecomunicações por meio das faixas de radiofrequência que estão sendo licitadas. Existem ainda a obrigação de instalação de internet nas escolas.

Licitação

De acordo com a Anatel, o próximo passo, após o recebimento da documentação das empresas, será a análise da documentação pela CEL. A primeira sessão de abertura, análise e julgamento de propostas de preço será no dia 4 de novembro, às 10h, na sede da Anatel em Brasília/DF.

De acordo com o superintendente de Competição e presidente da CEL, Abraão Balbino e Silva, ao falar das expectativas da Agência quando aos participantes, citou que das 15 empresas, cinco já são prestadoras e as demais são novas. “Isso nos deixa orgulhosos por ter dez novos proponentes entrando no mercado móvel”. Balbino ressaltou que, durante o processo de esclarecimento aos participantes, a CEL recebeu 415 perguntas, a maioria relacionada à dinâmica da licitação.

Nilo Pasquali, superintendente de Planejamento e Regulamentação, esclareceu que caso o leilão se estenda além da sessão do dia 4 de novembro, pode terminar no dia 5. Ao falar sobre o leilão, Pasquali exemplificou que, se não houver proposta para o Lote A1, nacional, na faixa de 700 MHz, por exemplo, esse lote será ofertado em uma segunda rodada, dividido em quatro lotes regionais.

Veja as 15 empresas cadastradas:

  • ALGAR TELECOM S.A.
  • BRASIL DIGITAL TELECOMUNICAÇOES LTDA
  • Brisanet Serviços de Telecomunicações S.A
  • Claro S.A
  • CLOUD2U INDUSTRIA E COMERCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRONICOS LTDA
  • CONSORCIO 5G SUL
  • Fly Link Ltda
  • MEGA NET PROVEDOR DE INTERNET E COMERCIO DE INFORMÃTICA LTDA
  • NEKO Serviços de Comunicações Entretenimento e Educação Ltda
  • NK 108 Empreendimentos e Participações S.A
  • SERCOMTEL TELECOMUNICAÇÕES S.A.
  • Telefônica Brasil S.A
  • TIM S.A.
  • VDF TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA
  • Winity II Telecom Ltda

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS