Como empresas de logística podem driblar desafios do período de altas demandas

Com o aumento das vendas do varejo no fim do ano, é essencial que as empresas de logística trabalhem em um planejamento prévio para fechar o ano com sucesso

Como empresas de logística podem driblar desafios do período de altas demandas

O fim de ano está chegando com a promessa de uma aceleração nas compras. No ano passado, o e-commerce brasileiro já havia registrado, durante a semana do Natal, um crescimento de 154% nas vendas em relação ao mesmo período de 2019. E, neste ano, a tendência é que o setor varejista cresça ainda mais. Com isso, as empresas de logística também começam a enfrentar uma crescente demanda, tendo a necessidade de um planejamento bem estruturado para fechar o ano com sucesso.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

logística

Claudia Agnello de Souza é Vice-Presidente de operações da DHL Express

Com a pandemia, houve uma queda de 27% de capacidade mundial de transporte e carga, conforme um levantamento interno feito pela DHL, impactando as tarifas nos modais. O transporte marítimo sofreu até 1000% de aumento, influenciado também, por problemas ao longo do ano, como o bloqueio do Canal de Suez, ocorrido em março deste ano, e o congestionamento do Porto de Yiantian, em junho. A falta de contêineres especializados e a diminuição da oferta de voos domésticos também têm afetado diretamente as movimentações.

Para atender de uma maneira personalizada e eficiente os clientes durante esses períodos, a DHL tem adotado algumas medidas para épocas de pico. São elas:

• Antecipação de possíveis problemas: nesta época do ano, investimos em iniciativas que nos auxiliam caso ocorram imprevistos, como o aumento da frota, manutenções preventivas para evitar paradas de processamento nas nossas filiais e plantões de atendimento, focando no cliente e na eficiência dos nossos serviços.

• Previsão de novas demandas: a DHL possui um canal de comunicação aberto e sincero com parceiros e clientes. Com isso, podemos fazer um levantamento, em conjunto, a respeito do aumento no volume de entregas para o período e planejamos a execução dessas entregas.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

• Investimento em qualificação: em épocas de maior demanda, é fundamental contar com equipes adequadas e capacitadas para operacionalizar e agilizar os serviços de entrega. Por isso, além de planejar com antecedência a volumetria do período e assim aumentar o número de funcionários para atendimento, a DHL também provê treinamento e capacitação para os colaboradores que já atuam na empresa e que vão dedicar maior tempo e atenção a esse período.

Todas essas medidas são parte de uma estratégia muito importante para garantir a satisfação dos clientes. É fundamental contar com um planejamento prévio e uma preparação adequada para que a execução das operações de fim de ano possam acontecer de forma eficiente e com qualidade.

*Claudia Agnello de Souza é Vice-Presidente de operações da DHL Express.


+ Notícias

Empresas com função de venda madura estão prontas para o futuro; como ser uma delas?

Para além do streaming: como a OTT pode ajudar a conectar marcas e consumidores

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS