Como estabelecer novas conexões entre marcas e consumidores

Estabelecer novas conexões entre público, marcas e anunciantes; veja como o Spotify percebeu e ajudou a nos reconectar em tempos de pandemia

Foto: Pexels

A pandemia não dá sinais de acabar, mas alguns avanços passam a nos dar a esperança de que a vida possa voltar aos trilhos em breve. Mais de 1 ano se passou para que consumidores e marcas começassem a vislumbrar uma “nova normalidade” em suas vidas.

Para muitas empresas este período trouxe grandes desafios, aprendizados e uma nova forma de se relacionarem com seu público. O Spotify foi uma das que absorveu com destreza essa ruptura e entendeu como uma rede social pode auxiliar público e anunciantes nessa jornada.

Para mostrar esse caminho, recentemente a companhia lançou a pesquisa Spotify Culture Next com 9 mil entrevistados no mundo todo entre 15 e 40 anos. O estudo destacou que em 2021 as mudanças de hábitos mudaram o modo como ouvimos músicas e podcasts.

Devido ao isolamento, novas rotinas foram criadas e uma nova maneira de nos relacionarmos com consumo, lazer, trabalho, família e amigos fizeram nos reconectar com nossos valores e, principalmente, dar espaço para novidades: segundo o estudo, 61% dos ouvintes Spotify da geração Z e millennial de todo o mundo disseram que se sentem capazes de construir um “novo e melhor normal”.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Tendências da pesquisa

  • Sempre ligado

O estudo aponta que 79% das pessoas concordam que o áudio é uma ferramenta para combater a fadiga das telas. Os minutos reproduzidos na plataforma também aumentaram em +22% em comparação com 2020 por usuários entre 15 e 44 anos. Além disso, 69% dos ouvintes da geração Z e millennial concordam que o áudio cria a trilha sonora do dia a dia deles.

  • Mais conexões e mais compartilhamento

A pesquisa mostra que as pessoas passaram a compartilhar mais seus momentos, mantendo suas conexões digitais apesar da distância. Por exemplo, 59% dos usuários do Spotify da geração Z e millennial em todo o mundo disseram que compartilharam mais conteúdos com os amigos durante a pandemia como uma forma de manter contato. Mais de 2.1 bilhões de músicas, programas, álbuns e artistas foram compartilhados em 2021, e mais de 22 milhões de playlists colaborativas foram criadas no último ano.

As pessoas também usaram o som para compartilhar experiências, participando de programas e shows via streaming e acompanhando artistas e momentos virais. Para se ter uma ideia, a playlist Viral Hits do Spotify teve mais que o dobro de minutos reproduzidos em comparação de 2020 para 2021 (+111%).

  • Harmonia

De acordo com a pesquisa, o áudio trouxe um momento “família”, já que muitas pessoas ouviram suas músicas e podcasts favoritos juntos. O tempo total de streaming cresceu +29% em 2021, especialmente entre pessoas com filhos: 63% afirmam que ouvem músicas e podcasts em alto-falantes inteligentes para que a família toda ouça também.

  • Descobertas e podcasts

A pesquisa mostra que 68% dos usuários da geração Z e millennial do Spotify, em todo o mundo, disseram que descobriram mais conteúdo graças aos serviços de streaming de áudio.

Já os podcasts forneceram um conteúdo diversificado para os ouvintes, trazendo várias histórias, notícias e conteúdo a um público crescente. De 2020 para 2021, o número de ouvintes de podcast no Spotify entre 15 e 44 anos cresceu +34% em relação ao ano anterior. O tempo de escuta de podcasts aumentou +83% em relação ao ano anterior.

Mas o que isso significa para ouvintes, marcas e anunciantes?

Como demonstra a pesquisa, os ouvintes estão passando mais tempo no Spotify e descobrir novidades está em alta. Uma tendência para marcas e anunciantes, segundo o a pesquisa, é alcançar novos públicos patrocinando playlists personalizadas e tentar alcançar esses consumidores por meio da segmentação demográfica e por público-alvo dentro da plataforma. Os anúncios Audio Everywhere, que podem ser segmentados por dispositivos conectados, também é outro bom caminho no Spotify, de acordo com a pesquisa.

Enfim, além da música ser uma ótima companheira para todos os momentos, a pesquisa nos mostra que 2021 foi importante para entendermos o alcance de conteúdos digitais. As possibilidades de novas experiências e de engajamento com a criação de conteúdos relevantes (sejam eles podcasts, playlist ou outros formatos) apontam que plataformas digitais terão vida longa entre os consumidores de hoje e de amanhã.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Brasil é o 5º no ranking mundial de crescimento na produção de podcasts

Geração Z: o que temos a aprender com a primeira geração realmente digital?

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS