Trabalho e produtividade: bem-vindo a era “work-from-anywhere” (WFA)

Antes da pandemia, o WFA era relacionado a áreas específicas. Hoje, ele veio para ficar! Saiba como liderança e tecnologia auxiliam essa tendência

Foto: Pexels

O termo work-from-anywhere (WFA), traduzido literalmente para “trabalho em qualquer lugar”, nunca foi tão avaliado e implementado por empresas nos últimos dois anos. Antes da pandemia, o termo WFA era apenas relacionado a áreas muito específicas ou através de colaboradores terceirizados.

Hoje, observamos que essa tendência veio para ficar e permeia as principais decisões de empresas ao redor do mundo. Estudos indicam que mesmo quando a pandemia acabar, até um quinto da força de trabalho poderá estar totalmente remota.  Nesse caminho, não basta criar uma cultura empresarial atenta, mas, sobretudo, investir em suporte tecnológico adequado.

A aceleração e adoção de soluções digitais como plataformas de produção, orientação e análise de resultados é determinante para o sucesso do WFA. De acordo com o estudo “Work from Anywhere”, da Avaya, a maioria das empresas mudou suas prioridades de tecnologia, com 77% repensando a experiência do funcionário e 52% aumentando a prioridade do software de colaboração. O relatório também revela que 71% dos tomadores de decisão de tecnologia reconhecem a adoção mais rápida de novas tecnologias em suas organizações.

“Essas mudanças rápidas podem intimidar muitos executivos. No entanto, as empresas que adotaram o WFA estão obtendo benefícios que nunca pensaram ser possíveis”, avalia Anthony Bartolo, VP e Chief Product Officer da Avaya em artigo sobre o tema.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades sobre a experiência do cliente

Criando um modelo WFA que funcione

Para transformar o WFA em um modelo de sucesso, Anthony Bartolo, elenca alguns tópicos importantes:

Avaliação de resultados – O tempo gasto no escritório não é mais um parâmetro viável da produtividade ou dedicação ao trabalho. Em vez disso, a única medida de sucesso são os resultados, o que obriga os gerentes a se concentrarem em como treinar e orientar os colaboradores para ajudá-los a obter melhores resultados.

Potencializar equipes distribuídas – A diversidade e o maior nível de expertise de equipes distribuídas geograficamente permitem que elas inovem e resolvam problemas mais rápido. A composição dessas equipes também pode ser alterada instantaneamente para atender às demandas em evolução do projeto e do mercado.

Reimaginar o espaço de trabalho – em vez de um cubículo, sala de conferência, sala de descanso e escritório do gerente – que na verdade criam barreiras e estabelecem hierarquias – um conjunto integrado de ferramentas de colaboração pode manter os funcionários conectados e produtivos, não importa onde estão. Essas ferramentas devem ser consideradas um fator crítico de sucesso. O resultado é um espaço de trabalho digital imersivo onde as equipes podem facilmente enviar mensagens, se encontrar, compartilhar conteúdo, gerenciar tarefas e colaborar.

A Importância tecnológica no modelo WFA

Adaptação ao modelo de trabalho WFA requer avaliação das diferentes soluções tecnológicas existentes no mercado. Um bom parceiro tecnológico trará clareza e implementação assertiva para os resultados esperados. Por isso, fique atento para a complexidade do WFA. Integração e unificação das ferramentas digitais que priorizem uma experiência única. Facilidade para resolução de problemas. Utilização de tecnologias avançadas e habilitadas por inteligência artificial (IA). E por fim, liberdade e elasticidade para adequação e expansão à suas necessidades de negócio.

Sem dúvida, o work-from-anywhere se consolidará ainda mais no Brasil. E para atender aos desafios deste modelo remoto, atenção e cuidado com a tecnologia a ser adotada é o primeiro passo. Hoje, o moderno é ser remoto. O produtivo é ser digital. Como bem frisa, Anthony Bartolo, da Avaya. “os melhores e mais brilhantes profissionais nunca ficarão satisfeitos em trabalhar com ferramentas antiquadas que limitam sua capacidade”.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades sobre a experiência do cliente


+Notícias

Trabalho remoto: a necessidade que virou oportunidade

O poder é do consumidor: os desafios e as oportunidades da jornada personalizada




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS