Social+: entenda a estratégia e como usá-la a favor dos negócios

Popular no exterior, essa estratégia de marketing deve conquistar o mercado brasileiro nos próximos tempos

Foto: Free Pik

Nos últimos cinco anos, o mercado corporativo viu na rede social uma imensa oportunidade de expansão de negócios. Afinal, com milhões de usuários conectados, as ações de marketing e publicidade foram transformadas de uma hora para a outra e os caminhos para entrar em contato com o consumidor se encurtaram.

Um dos motivos para tamanho sucesso nas redes foi a construção de um engajamento mais próximo, eficiente, além de um espaço no qual todas as comunicações com o consumidor estão no mesmo lugar. E, atualmente, esse tipo de funcionamento tem influenciado um novo modelo de negócio, conhecido no exterior como Social+ , ou Social Plus.

Disponível para todo tipo de negócio, a estratégia de Social+ tem como principal mote o engajamento e a interação dos usuários com a marca em todos os âmbitos, inclusive fora das redes mais tradicionais, como Facebook, Instagram, Snapchat, TikTok e Twitter.

Fonte: Grupo Padrão l Consumidor Moderno

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

O que é uma empresa social+?

A bem da verdade, uma empresa social + nada mais é do que uma marca que tem como foco o relacionamento com o consumidor. Mas vai além do básico: o engajamento social é uma parte inextricável do produto, parte fundamental da experiência de uso.

E, para fazer esse modelo funcionar e colocar no mercado um produto social +, é necessária uma camada de transação e outra de interação que, juntas, usam uma estratégia de apelo emocional para criar ainda mais engajamento com o usuário. E esse apelo pode vir no formato de inspiração, incentivo, entretenimento, status, sensação de pertencimento etc.

Ou seja, para que funcione da melhor forma, é crucial que a empresa promova ao consumidor uma comunidade sólida — que por si só já emana uma interação com o usuário. Dentro dessa comunidade, o comércio de produtos e serviços é intensificado pela marca e o engajamento transcende a comunicação e se engloba em toda a jornada com o consumidor.

Vale destacar que esse modelo surgiu na Ásia, por volta de 2018. No exterior, é muito presente em Big Techs e fintechs — sobretudo norte-americanas —, mas tem chegado ao Brasil com expectativas altas.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Quais as vantagens de ser uma empresa social +?

Engajamento é uma prioridade que vai além do que conhecemos em redes sociais. Dentro de uma comunidade, essa palavra ganha novos “superpoderes”, digamos assim: além de ser ampliada — porque essas comunidades normalmente não são feitas nas redes sociais e sim em plataformas que são pensadas para gerar mais engajamento, como o Reddit e o Discord — do atendimento para toda a jornada, ela também tem um potencial de crescimento imenso.

Isso porque a comunidade precisa de novos usuários para se manter viva e ativa, e quanto maior a diversidade promovida, melhor. Assim, a marca consegue se relacionar com diferentes públicos e estabelece uma conexão ainda mais profunda com seu consumidor, que vai além do consumo: ela tem um apelo emocional bem mais presente do que uma experiência comum de compra.

Dessa forma, usar o Social + como estratégia para uma empresa cujo foco é o engajamento é algo fundamental, posto que essa será a nova forma de relacionamento com o consumidor.


+ Notícias

Novos hábitos de consumo: 10 tendências para 2022
TikTok ou Reels: onde investir para aumentar o engajamento?




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS