Sacolas, jeans, revenda e o estímulo ao consumo circular

Clientes Levi´s que usarem sacolas especiais poderão enviar roupas em bom estado para revenda por intermédio da Repassa, uma plataforma de economia circular

Foto: Pexels

Empresas no Brasil estão cada vez mais buscando ampliar ações envolvendo a economia circular com a ampliação do ciclo de vida útil de produtos. Mundo afora essa nova consciência de negócios vem ao encontro de um novo consumidor, ávido por serviços e produtos de empresas que estejam realmente interessadas em causar menos impacto ao meio ambiente.

Nessa pegada, a Levi’s iniciou uma parceria com a Repassa, plataforma on-line de revenda de vestuário, calçados e acessórios com atuação em todo o Brasil. A parceria funciona assim: A Levi’s vai distribuir sacolas especiais chamadas de “Sacolas do Bem” para clientes que fizerem compras de R$ 500 ou mais em suas lojas físicas. Os consumidores que usarem essas sacolas poderão enviar peças em bom estado de conservação para revenda por intermédio do Repassa. Estes clientes ainda receberão um cupom de 10% de desconto para utilizar novamente na Levi’s, disponível até o mês de abril deste ano.

“São marcas que compartilham dos nossos princípios ESG para gerar impactos sociais, ambientais e econômicos positivos em toda a cadeia da moda”, diz o CEO e fundador do Repassa, Tadeu Almeida. A campanha com a Levi’s permanece até se esgotarem as 15 mil “Sacolas do Bem” produzidas pelas duas empresas.

Depois que recebem as sacolas, os consumidores têm três opções para enviar as roupas, calçados e acessórios ao Repassa, todas gratuitas. Em determinadas localidades da cidade de São Paulo, é possível solicitar a coleta em casa, enquanto nas demais regiões do país, a remessa é feita pelos Correios, com autorização de postagem emitida no site da Repassa. Eles podem ainda fazer o envio por meio de 16 pontos de coleta dos parceiros, sendo duas delas da própria Levi’s em São Paulo.

circular

Foto: Divulgação

Assine a nossa newsletter e fique informado sobre as principais notícias de CX

Modelo de negócio estimula o consumo consciente

O modelo de negócio do Repassa diferencia-se no segmento de revenda de artigos de moda. Ao contrário dos canais de negociação direta entre vendedores e compradores, ele faz a curadoria e o controle de qualidade das mercadorias e é responsável por toda a jornada dos clientes, incluindo precificação, produção de fotos e catálogos, logística e entrega das peças.

A cada venda finalizada, o saldo é disponibilizado aos vendedores na própria plataforma online da Repassa e pode ser transferido para conta corrente ou usado no próprio site da empresa. Os valores também podem ser doados para organizações sociais, assim como os produtos reprovados no processo de curadoria.

Impactos sociais e ambientais positivos

Graças à ampliação da vida útil das mercadorias negociadas e a parcerias firmadas com ONGs, a plataforma acumula um histórico importante de impactos ambientais e sociais positivos. Somente em 2021, por exemplo, ela promoveu a doação de quase 210 mil itens e de R$ 1,757 mi em dinheiro para mais de 20 projetos sociais em todo o país.

Desde que foi fundada em 2015 pelo empreendedor Tadeu Almeida, a Repassa possibilitou ainda a economia de mais de 1 bilhão de litros de água e de 24 milhões de quilowatts/hora (kW/h) de energia que seriam necessários na fabricação de um volume equivalente de peças novas, além de evitar a emissão de 2,4 toneladas de dióxido de carbono (C02) na atmosfera.

Assine a nossa newsletter e fique informado sobre as principais notícias de CX


+ Notícias

Após 149 anos, os tubos de pasta Colgate finalmente serão recicláveis

ESG e a nova agenda de inovação e sustentabilidade




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS