Experiência

E o e-commerce morreu? O marketing digital performance esta ultrapassado?

A resposta para ambas as perguntas é sim. E sim. Explico. O e-commerce hoje é all commerce, uma vez que o consumidor se digitalizou muito mais rápido que as empresas, hoje ele espera comprar online, ser reconhecido no ambiente físico e de quebra receber de forma inteligente suas campanhas digitais até no ambiente físico. Ele já é faz muito tempo omnicanal – ou seja – all commerce.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

E quem ainda contrata o profissional de marketing digital para criar suas estratégias apartadas do offline? Muitos, infelizmente.

Isso fazia muito sentido na era pré digital ou ainda durante a transformação do comportamento do consumidor, hoje as estratégias precisam estar integradas, de nada adianta um head olhar o funil de compra online e ignorar o caminho de decisão offline do consumidor, está tudo junto e misturado, por consumidor isso é uma coisa só. Pior ainda é pensar uma maquina de vendas e considerar isso Growth, sem pensar a força de uma marca na mente do consumidor (quando falo isso parece que consigo ver dinheiro sendo jogado pelas janelas das empresas).

Se quaisquer um de nós profissional de marketing ainda divide suas estratégias, como off e on – sem interligação 360 entre elas, sem considerar que o consumidor faz uma viagem diária sem percepção entre esses dois mundos, realmente deve rever os seus conceitos de marketing.

Proponho para provar minha tese um exercício. Você acordou. Após desligar o despertador (no celular) e ignorar as primeiras notificações que já te impactaram, escovou os dentes, tomou banho, colocou uma roupa e saiu de casa. Viu na mídia do elevador, na mídia do caminho nos relógios, na mídia do elevador de novo ao chegar no trabalho, ligou o computador e fez uma pesquisa. Viu televisão no restaurante do almoço, voltou ao trabalho, ligou o rádio, voltou para casa e tudo mais – acabou comprando no fim do dia no shopping.

Outro exercício. Você acordou. Após desligar o despertador e ignorar as primeiras notificações que já te impactaram (no celular), escovou os dentes, tomou banho, colocou uma roupa ou o pijama, sentou e ligou o computador para trabalhar. Foi impactado inúmeras vezes por mídias, fez pesquisas, desligou o computador, foi para o celular, viu as redes sociais dos amigos, voltou para o computador trabalhou, ligou a TV, desligou, trabalhou mais um pouco, falou com a família e no fim do dia fez uma compra online.

Qual a diferença para você na decisão da compra? Nenhuma. O seu cérebro pensou e considerou da mesma forma em todas as vezes, ativando áreas diferentes, mas sem deixar esse texto chato, o final foi o mesmo – porque você é all commerce.

Nosso trabalho de tecnologia, de inteligência, tudo que fazemos nos bastidores é para a compra hoje totalmente indiferente – você considerou preço, frete, facilidade, mil coisas – mas pouco se importou com o canal – o comportamento mudou, o e-commerce se transformou e está em tudo. Compramos músicas, compramos entradas nos estacionamentos, não é mais um fato diferente, ganhamos!

Somos parte do jogo e não tem volta!

Agora o marketing precisa de uma vez por todas integrar as ações e criar, cada vez, mais seus canais proprietários para se libertar de todas amarras que foram criadas para gerar custo nesse mercado. Para isso temos ainda muito trabalho e que venha a web3! O consumidor está mais que preparado e as empresas? Vamos juntos?

Boas vendas!

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

*Por Fátima Bana, mestre em comportamento do consumo digital, embaixadora de consumo consciente e CEO da Rent a CMO. 


+ Artigos

Os impactos do ESG no e-commerce

Reciclar por um mundo melhor

Redação*

Postagens recentes

Insatisfeita, Geração Z quer mudar cultura corporativa por dentro

Confira 10 empregos mais bem avaliados pela Geração Z e diferenças para os mais velhos

6 horas ago

Quais são as marcas mais admiradas pelos clientes

Pesquisa da Ibevar/FIA elencou as marcas mais admiradas pelos consumidores brasileiros e também por colaboradores

7 horas ago

Como os líderes podem incentivar o trabalho em equipe de qualidade

Segundo especialista da Fundação Dom Cabral é preciso investir em comunicação e criar um ambiente…

8 horas ago

Planos de saúde: como fica os tratamentos fora do rol da ANS?

Tribunais autorizam tratamentos fora do rol da ANS, apesar de decisão do STJ; PL ainda…

9 horas ago

A Avianca e a meticulosa arte de arruinar sua viagem em seis passos

Confira o relato da colunista Evelyn Rozenbaum sobre uma experiência decepcionante com a Avianca, em…

10 horas ago

10 anos de League of Legends: CEO da Riot Games comenta estratégia de CX da marca

Saiba como a gigante dos jogos online trabalha a experiência do usuário em todas as…

11 horas ago

Esse website utiliza cookies.

Mais informação