Seria possível levar uma vida com menos descartes e menos lixo?

Conversamos com Cristal Muniz, do blog “Uma vida sem Lixo”, sobre os desafios de encarar um consumo de menor impacto para o meio ambiente

Foto: Pexels

Finalizando a semana em que se comemora o do Dia do Consumidor (15/03), conversamos com Cristal Muniz, designer gráfica, escritora e fundadora do blog “Uma vida sem Lixo”, sobre os desafios de encarar um consumo mais consciente e de menor impacto para o meio ambiente.

Cristal decidiu parar de produzir lixo em 2014. “Quis tentar esse desafio depois de ter contato com o blog da Laren, Trash is for Tossers, ela estava vivendo uma vida lixo zero e me encantei”, conta ela fazendo referência a Lauren Singer, também fundadora da empresa de bens sustentáveis Package Free.

Hoje, passados quase dez anos, Cristal se diz muito mais criteriosa com o que consume do que quando começou o projeto, e isso contribuiu para menos descartes e uma escolha mais saudável de consumo.

“Eu analiso muitas questões, da fabricação, dos materiais usados, do tempo que aquele produto deve durar, da sua reciclabilidade e fim da vida. Hoje eu entendo que é muito difícil também achar produtos perfeitos, mas tento sempre ‘opções verdes’”, explica. “Quando a gente passa a analisar melhor nossas compras, acaba também comprando menos e melhor”, reforça.

“Comprar menos é, muitas vezes, o consumo mais consciente que você pode fazer” – Cristal Muniz (foto: divulgação)

Blog como opção de conteúdo consciente

Em meio ao avanço de novas mídias, para Cristal o blog foi um caminho natural para dar voz ao seu projeto. “Eu gosto de escrever bastante e acho que locais que tenham menos propaganda e menos ruído que as redes sociais permitem que a gente mergulhe nos assuntos com calma”, avalia.

Para ela, o blog tem uma dinâmica diferente. “Deixa a gente viajar por links, por buscas e descobrir coisas por si, ativamente, em uma dinâmica bastante diferente das redes com algoritmos. Além disso, é mais fácil de consultar, as coisas não se perdem. É quase como uma biblioteca virtual dos conteúdos que produzo”, comenta.

Com milhares de acesso, o blog tem dezenas de receitas ensinando produtos de limpeza ou cosméticos fáceis e eficazes de fazer, além de muito conteúdo sobre consumo consciente. Em 2018, o blog foi vencedor do Prêmio Microinfluenciadores Digitais na categoria Meio Ambiente. No mesmo ano também ganhou o 1º prêmio Lixo Zero, organizado pelo Instituto Lixo Zero Brasil, na categoria estilo de vida. Além do blog, Cristal tem suas redes sociais e um canal no YouTube para ampliar sua audiência.

Para Cristal essa forma de produção de informação também é um consumo mais consciente, “mas dessa vez de conteúdo”, frisa. “Acredito que a internet é maravilhosa pra compartilhar conteúdo, mas acho que precisamos voltar a usá-la de forma ativa, buscando e viajando em links sem que um algoritmo nos diga o caminho a seguir”, complementa.

Sobre o papel de um influenciador digital hoje e o tema consumo consciente, Cristal entende que todos que exerçam influência – seja digital ou não – e tem a responsabilidade de comunicar seus valores. “Sobre consumo consciente sempre prefiro as pessoas que explicam os produtos, suas escolhas, que mostram todos os detalhes. Isso serve para que o desejo ou a compra sejam mais racionais que emocionais, ainda que a gente saiba que sempre haverá bastante subjetividade nessa ação”.

Leia mais: Especial Semana do Consumidor

Consumo consciente é saber dizer não

Segundo Cristal, é importante repensarmos nosso consumo hoje já que todo o impacto ambiental está atrelado a ele. “A demanda que a gente impõe no mercado (e vice-versa) gera demanda de produção que, por sua vez, gera necessidade de uso de matérias-primas que geram impacto no meio ambiente”, pontua.

“Consumo consciente é mais que analisar os produtos e escolher opções mais verdes de outras, é também saber dizer não e mudar o próprio hábito de consumo”, reforça Cristal.

Para ela, é importante também que os consumidores façam escolhas responsáveis para aproveitarem os produtos e isso demanda mais informação para escolhas mais atentas. “Comprar menos é, muitas vezes, o consumo mais consciente que você pode fazer”, conclui Cristal.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Notícias

Como o brasileiro se comporta quando o tema é a educação financeira dos filhos? 

Dia do Consumidor: influenciadores falam sobre um novo modo de encarar o consumo  

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS