SXSW Bites: Games, economia criativa em SP e dinossauro na ONU

Acompanhe os destaques do SXSW 2022, que falou sobre tecnologia e as diferentes formas de inovação

Foto: Reprodução ONU

Falta pouco! O SXSW 2022 termina no próximo dia 20, mas nós ainda estamos ligados nos principais destaques dos painéis e discussões realizadas em Austin, no Texas (Estados Unidos). Entre comportamentos e novas tecnologias, o que chamou a atenção nessa quinta-feira (17), foram as diferentes formas de inovação quando o assunto é sustentabilidade e projetos sociais. Confira as bites do dia!

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

Como vencer no futuro por meio dos games?

Durante o painel “How to win in the future of gaming“, Craig Levine, co-CEO da ESL Gaming Network, disse: “Os gamers competitivos são os que passam mais tempo jogando e é este público, com forte presença em países como Brasil, China e Índia, que está na mira do universo dos games”.

O debate que contou com a participação de Don MacGuire, CMO da Qualcomm, e mediação de Kate Yeager, influenciadora da área de tecnologia e especialista em jogos digitais.

Segundo os participantes, as principais tendências para revolucionar as experiências sociais são dos mais de 3 bilhões de gamers no mundo são o Metaverso, Inteligência Artificial e Realidade Aumentada, todas impulsionadas pelo 5G. O que podemos esperar desse cenário de inovação?

Leia mais: NFT phygital: vivemos a modernização da arte?

Economia Criativa em pauta no SXSW 2022

Algumas iniciativas de investimento do Governo do Estado de São Paulo na economia criativa e na cultura ganharam destaque no SXSW 2022.

Durante o painel “São Paulo: Development Powered by Culture“, Sérgio Sá Leitão, o Secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, contou que esse formato de economia movimenta U$ 20 bilhões por ano, ou seja, 3,9% do PIB do estado, além de gerar 1,5 milhão de empregos.

Entre os destaques estão os projetos do Museu da Língua Portuguesa e o Museu do Ipiranga, homenageando o 100 anos de Semana de Arte Moderna de 1922, o Projeto Guri e as Fábricas de Cultura dentro das favelas. É para o mundo inteiro ver!

Leia mais: SXSW Bites: Metaverso, DAOS e mais discussões do festival

Esperança jurássica na ONU

Em uma campanha do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), um dinossauro comparece à sede da ONU para falar sobre a sua experiência com extinção. O objetivo da iniciativa é alertar sobre a crise climática e vem repercutindo globalmente: o vídeo já foi visto por mais de 1,2 bilhão de pessoas.

O conteúdo foi compartilhado com o público que participou do painel “We Don’t Have Time — Act on Climate Now”, nesta quinta-feira. A campanha foi lançada em outubro do ano passado e traduzida em 53 idiomas, inclusive em português. No Brasil, quem deu a voz ao dinossauro foi o ator Milton Nascimento.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  

Seja por meio da tecnologia ou a partir de um novo olhar para pautas sociais e de sustentabilidade. A inovação acontece o tempo todo e mais uma vez o evento de Austin, no Texas, mostrou porque é referência no assunto.


+ Notícias

SXSW Bites: tendências não-óbvias e mais destaques do festival

SXSW Bites: Descentralização financeira, narrativa criativa e mais 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS