SXSW Bites: os efeitos da avatarização e o consumo das notícias

No SXSW 2022, o metaverso tomou conta dos debates do evento que destacou como a avatarização pode influenciar novos comportamentos

Desde 11 de março, especialistas, futurólogos se reuniram em Austin, no Texas, para o maior festival de inovação do mundo. Confira abaixo alguns destaques em pílulas da cobertura do último fim de semana.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

“Meu irmão não se importa com o que veste, mas sim
com o que seu avatar veste”

Sim, o estilo de vida de vida digital está se estendendo por campos inimagináveis. O painel “Um ano depois, como os NFT estão mudando o mundo”, no SXSW, trouxe diversos comentários acerca dessa (nova revolução).

Pontos altos: como explicar NFT para nossos pais? Respostas básicas, uma forma de levar as obras dos criadores para mais gente, assegurando autenticidade e ganhando bem por isso. Na verdade, a questão da autenticidade sempre foi um grande problema para a economia criativa, fustigada pela pirataria digital incessante. Mas agora, com a Geração Z querendo experimentar novos ambientes e identidades digitais, o NFT ganhou um status imprevisto: dar aos avatares um aspecto exclusivo, inédito e muito pessoal.

Leia mais: NFTs: entenda o perfil dos compradores de tokens não fungíveis

Como disse Vladislav Ginzburg, CEO da Blockparty, que trabalha com NFTs colecionáveis, mediador do painel, “Meu irmão não liga a mínima para a roupa que veste, mas se preocupa demais com o visual e com a roupa que seu avatar veste em ambientes digitais”. Seu avatar é uma forma de auto-otimização, uma versão melhor de você mesmo(a)?

A mídia tradicional consegue engajar como influenciadora?

Vamos lá: 86% dos americanos buscam notícias de fontes digitais, 71% dos brasileiros fazem a mesma opção (dados da Kaspersky).

Quais os impactos desse novo comportamento na tradicional indústria de mídia? A indústria de mídia está buscando novas formas de conexão com o público e também desenvolver plataformas digitais para atender à demanda do público.

Mas é possível manter a rentabilidade nesse cenário? A questão passa pela inovação, a busca por novas ideias capazes de engajar públicos distintos e manter a relevância e a integridade dos veículos. É possível que uma empresa de mídia se torne tão influente quanto um influenciador?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Nassim Taleb, inovação nas favelas e mais destaques do festival

Descentralização, metaverso e privacidade: as visões de futuro abordadas no SXSW




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS