Visa comprova que o digital é o canal promissor para drogarias

Dados da Visa Consulting Analytics mostram crescimento de quase 40% em 2021; transações online tiveram acréscimo de 19%

Foto: Pexels

As drogarias e farmácias no Brasil, já há algum tempo, deixaram de ser apenas estabelecimentos que comercializam medicamentos e vêm expandindo sua atuação para a venda de produtos relacionados à saúde, à beleza e ao bem-estar.

Diante dessa evolução do setor e, principalmente, desde o início da pandemia no Brasil, observa-se um crescimento representativo nas vendas.

A afirmação parte de dados da Visa Consulting Analytics (VCA), consultoria da Visa, que indicam aumento de cerca de 40% no número de transações com credenciais Visa realizadas em farmácias entre 2021 e 2020 no Brasil.

Leia mais: De olho no Pix: como a ferramenta vem transformando os negócios B2B

Diversificação do setor com a digitalização

O processo de diversificação do setor, fruto da digitalização, que trouxe cada vez mais facilidades ao comércio e, claro, a maior demanda gerada pelas preocupações com a pandemia, são fatores que sustentam esse crescimento de vendas, segundo análise da VCA.

Ao observar isoladamente o aumento das transações Visa em farmácias por estados brasileiros, no intervalo analisado (2020/2021), o estudo destacou as localidades do Rio Grande do Sul com crescimento médio de 60%; Goiás e Alagoas com cerca de 50%; Piauí e Pará em torno de 45% e Amapá com 40%.

Segundo o estudo, as compras online, nesse mesmo período, representaram crescimento de 19%. Sendo que elas performaram acima da média (em número de transações), nos estados do Espírito Santo, Tocantins, Maranhão, Sergipe e Santa Catarina.

“Em 2021, percebemos que o número de transações nas drogarias brasileiras está no mesmo patamar do que em 2019 em todos os estados brasileiros. Nosso time de consultores também percebeu que o ticket médio aumentou em relação ao período pré-pandemia e as operações online desse setor cresceram consideravelmente”, afirma Oscar Pettezzoni, diretor executivo da VCA.

Imagem: canva.com

Leia mais: Experiência: diferenciação da Accenture para um mundo pós-digital

Mundo digital gerando maior conveniência

Com isso, a VCA, observa que o mundo digital entrou definitivamente na vida da maioria dos brasileiros nos últimos anos.

Na avaliação da consultoria da Visa, a presença online, seja por sites, redes sociais ou apps, das farmácias também foi ampliada na pandemia e o ambiente virtual tornou-se promissor para as estratégias de negócios e para o futuro do segmento de farmácias no Brasil.

“Com a conveniência do online, o segmento tende a expandir cada vez mais e oferecer produtos e serviços de maior valor agregado ao consumidor, proporcionando uma experiência de compra, complementar à das lojas físicas, e que também permite consultar produtos, preços, descontos e efetuar pagamentos de forma rápida e segura. Foi o que aconteceu com as drogarias em 2021 que ofertaram mais serviços como agendamento de vacinas e testes”, conclui Oscar Pettezzoni.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  


+Notícias

QuintoAndar revoluciona em CX durante participação no BBB 

Pandemia, saúde mental e os novos perfis de consumidores 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS