O novo papel do marketing na visão da Riachuelo

Ser autêntico e gerar valor de marca já não é tão simples. Entenda o novo papel do marketing na visão de Elio Silva, diretor-executivo de Canais e Marketing da Riachuelo

Foto: Pexels

Jornadas que se cruzam, clientes de diferentes perfis acessando canais com expectativas distintas. Uma mudança cultural irrompe nas relações de consumo e é natural hoje que muitas marcas enfrentem muitos desafios quando pensam sobre as melhores estratégias de marketing para serem autênticas nesse cenário.

O cliente está sim mais exigente, e toda marca deve adequar sua operação com foco na resolutividade e nas exigências desse novo consumidor. Batemos nessa tecla e não é à toa: cada cliente tem seu momento.

Elio Silva, diretor-executivo de Canais e Marketing da Riachuelo compactua dessa análise e ressalta que, seja no online ou no físico (ou no phygital), o desafio do marketing hoje está em gerar valor e autenticidade para a marca entendendo o seu consumidor.

“O desafio hoje está no entendimento do seu público. E não é tão simples. Hoje, nas redes, a sua marca está sendo avaliada o tempo todo. Agora, a transparência é a chave e o grande desafio para enfrentar os problemas e, claro, você deve utilizar a tecnologia a seu favor”, analisa Elio Silva.

Para Elio, as relações de sucesso entre marcas e clientes estão sendo pautadas pela transparência e o entendimento da importância da diversidade em todas as etapas de contato com clientes.

“Nunca tivemos gerações tão distintas consumindo. Por exemplo, alguns clientes não querem resolver seus problemas por canais digitais e vice-versa. Já com a nova geração, temos que investir muito em tecnologia e inteligência artificial para trazer agilidade”, diz Elio.

Leia mais: Cultura, engajamento e inclusão: o olhar radial para o consumidor

Autenticidade e gerar valor não é tão simples

Sobre este momento onde muitas marcas estão sendo guiadas por tendências, sem ao menos saber como se posicionar nesse turbilhão de novidades, Elio entende que uma empresa com uma deficiência interna não vai conseguir gerar autenticidade, valor de marca e confiança para o público.

“Hoje uma empresa tem que trabalhar com a possibilidade de abrir suas portas para que cada cliente tenha o conhecimento dessa marca”, frisa o diretor sobre a importância da transparência e como ela pode auxiliar nessa jornada onde o consumidor está interessado em marcas autênticas e em sinergia com seus valores.

Para Elio, uma cultura forte, que seja transmitida para todos os colaboradores é o princípio dessa estratégia para criação de valor. “A capacidade de traduzir sua visão e seu propósito, de ouvir o cliente e reagir, além, é claro, ter agilidade para entender e se movimentar nesse ecossistema e corrigir rapidamente suas falhas é fundamental”, destaca Elio. “Os melhores momentos virão de pequenas experiências”, complementa o diretor da Riachuelo”.

O papel dos influenciadores no marketing

A Riachuelo é muito famosa por campanhas com diversos influenciadores. Sobre o papel dos influenciadores nessa jornada de geração de valor de marca e comunicação com o público, Elio destaca a estratégia da marca.

“Temos uma equipe que se dedica a conhecer desde um micro ao macro influenciador. Por exemplo, um micro tem um alto engajamento com um nível de autenticidade e respeito. Ou seja, o mais importante quando uma marca pensa em trabalhar com influenciadores é saber como adequar seus temas ao perfil desse influenciador. O cuidado está em usar tudo isso de forma criteriosa. Entender o que cada um faz, seu tom, e escolher aquele que despertará o engajamento necessário”, explica.

Em 2021, a Riachuelo lançou a campanha “Riachuelo começou a seguir você”, com música e clipe unindo as cantoras Giulia Be, Malía e Simaria, três mulheres com personalidades marcantes e de estilos musicais diferentes:

Por fim, Elio avalia que já foi a época na qual a área de marketing era quem criava todas as ações e estratégias sobre aquilo que desperta emoções e cria experiências significativas para seus clientes.

“Hoje é tudo mais integrado. O marketing é mais responsável por traduzir esses momentos que acabam derivando de uma interação muito maior com outras áreas de uma empresa”, conclui.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da Consumidor Moderno 


+ Notícias

Caito Maia define estratégia vencedora de CX da Chilli Beans 

Agenda ESG na moda e a democratização do consumo 

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS