Capital humano é peça chave para o sucesso do seu negócio

Investimento em pessoas é um pilar estratégico e fundamental de uma organizaçãopara que elas cresçam e prosperem de forma sustentável

Foto: Shutterstock

No primeiro artigo da coluna, falei sobre a importância de cuidar de quem cuida do cliente, ou seja, dos colaboradores. Hoje, quero explorar algo que está diretamente relacionado a isso: atração e engajamento de talentos.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Não importa qual o ramo de atuação da sua empresa, toda organização é feita de pessoas e, se queremos resultados reais e o crescimento do negócio, precisamos prezar pelo foco nas pessoas. De que adianta uma estratégia bem desenhada se não for sustentada por times comprometidos e engajados?

Sendo assim, o capital humano é peça chave para o sucesso de todo negócio. No entanto, sabemos que atrair o candidato certo para a posição certa e engajar equipes são alguns dos principais desafios enfrentados por líderes em todo o mundo, diariamente.

Encontrar futuros colaboradores que estejam alinhados com os princípios da organização exige um esforço prévio à mera contratação por parte das áreas de recrutamento e seleção e envolvem ações de candidate experience, que reforcem um ambiente favorável ao fortalecimento da cultura interna e os principais atributos da marca empregadora.

Quando a atração de talentos não faz parte da estratégia do negócio, ela pode se tornar o gargalo de crescimento da empresa, já que é determinante na busca e escolha de quem irá atender os clientes, quem irá desenvolver soluções e produtos para esses clientes, quem irá prestar assistência a eles quando necessário, ou seja, quem realiza tudo o que foi pensado e planejado.

Por isso, compreender que o investimento em pessoas é um pilar estratégico e fundamental de uma organização é peça chave para que elas cresçam e prosperem de forma sustentável.

Sendo assim, é importante se perguntar: quais são as competências e habilidades que vão fazer a empresa atingir seus objetivos no curto e longo prazo? As pessoas certas estão nos lugares certos e com as habilidades certas para entregar o resultado esperado?

É impossível desenvolver um bom trabalho caso a resposta para alguma dessas perguntas tenha sido não. Além disso, a empresa pode enfrentar índices de produtividade e turnover abaixo das expectativas.

Muito além de benefícios e remunerações, sabemos que fatores como a cultura organizacional, estilo de liderança, flexibilidade, processos ágeis, ações coerentes com os desejos dos colaboradores, por exemplo, podem engajar as pessoas no ambiente de trabalho.

Você costuma escutar seus colaboradores? Abrir um canal de comunicação para compreender o que as pessoas esperam e desejam na empresa é um importante passo para ser mais assertivo nas ações e na tomada de decisões.

Existem alternativas viáveis, hoje, para empresas de todos os portes. Vale estreitar o diálogo com o departamento de Recursos Humanos da sua organização para que, juntos, possam avaliar os melhores caminhos para implementar ações baseadas nas estratégias da empresa com consciência e clareza.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

*Por Maria Eduarda Silveira, CEO da consultoria de recursos humanos Bold HR.


+ Notícias

Retorno ao trabalho presencial depende de adaptação dos colaboradores

Lideranças precisam dominar tecnologia e ambiente de mudança, segundo a Accenture




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS