Procon SP e Conar vão investigar polêmica sobre McPicanha

Órgãos de defesa do consumidor e de autorregulação publicitária querem saber se McDonald’s exagerou na publicidade. Empresa já admitiu que não usa picanha

Crédito: divulgação

Nesta quinta-feira (28), o Procon São Paulo notificou a empresa Arcos Dourados Comércio de Alimentos, detentora da marca McDonald’s no Brasil, para que explique a nova linha de sanduíches McPicanha. Antes, o Conar (Conselho de Autorregulação Publicitária) também vai apurar o caso.

Em linhas gerais, a polêmica surgiu após denúncia feita pela página no Instagram “Coma com os Olhos”. Após a divulgação da história nos meios de comunicação, o McDonald’s admitiu a ausência da carne nobre. O segredo estaria no molho.

“Os lançamentos trazem a novidade do exclusivo molho sabor picanha (com aroma natural de picanha), uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho (100% carne bovina, produzido com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente”.

Leia também: McDonald’s decide retirar McPicanha das lojas

Em nota, o Procon informou que a empresa deverá apresentar a tabela nutricional dos sanduíches, o que atestaria a composição de cada um dos ingredientes (carne, molhos, aditivos, dentre outros), e documentos que comprovem os testes de qualidade realizados, inclusive demonstrando o processo de manipulação, acondicionamento e tempo indicado para consumo.

“Também foi solicitado que o McDonald’s apresente os gabaritos das embalagens utilizados para acondicionamento dos produtos nas lojas físicas para consumo imediato e para entrega (delivery) e cópia dos materiais publicitários e das mídias de divulgação da linha de 2022, bem como da campanha imediatamente anterior dos sanduíches com a presença de ‘sabor acentuado de churrasco e/ou picanha’, veiculados nos meios de comunicação e nas redes sociais pela empresa e por parceiros”, informou.

Por fim, o Procon SP solicitou que a empresa envie os documentos de autorização de comercialização dos produtos junto aos órgãos oficiais competentes, bem como dos termos das respectivas campanhas publicitárias vinculadas. Os esclarecimentos deverão ser prestados até o dia 2 de maio.

CONAR abre processo

Em nota, o Conar informou que recebeu a denúncia de um consumidor no último dia 26 e já abriu processo contra a empresa Arcos Dourados.

De acordo com a assessoria do Conar, o processo dura, em média, 45 dias e poderá resultar em sanções como a revisão de parte da peça publicitária ou uma alteração por completo.

O outro lado

Em nota enviada a CM, a Arcos Dourados informou que já está trabalhando para esclarecer o assunto com o Procon São Paulo.

“A rede esclarece que a plataforma recém-lançada denominada “Novos McPicanha” tem esse nome justamente para proporcionar uma nova experiência ao consumidor, ao oferecer sanduíches inéditos desenvolvidos com um sabor mais acentuado de churrasco. Para isso, os lançamentos trazem a novidade do exclusivo molho sabor picanha (com aroma natural de picanha), uma nova apresentação e um hambúrguer diferente em composição e em tamanho (100% carne bovina, produzida com um blend de cortes selecionados e no maior tamanho oferecido pela rede atualmente). A empresa já está trabalhando para esclarecer os questionamentos levantados pelo Procon, dentro do prazo concedido. A marca lamenta que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas e informa que novas peças, destacando a composição dos sanduíches de maneira mais clara, já estão sendo produzidas.”

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  


+ Notícias

Conheça o novo decreto do SAC

A jornada complexa e custosa dos planos de saúde para o consumidor 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS