Vitória de Arthur Aguiar no BBB22 foi fraude?

Internautas desconfiam de que a votação tenha sido fraudada pelo uso de bots

Foto: Rede Globo

Se há um programa de TV que mais engaja o público, lança tendências comportamentais e destaca uma série de novos influenciadores no Brasil, esse programa sem dúvidas é o Big Brother Brasil (BBB), realizado e exibido pela Rede Globo. Feito por esquema de votos, o campeão ano a ano é quase sempre um dos mais favoritos participantes da casa mais assistida do País.

E o “quase”, nessa última sentença, faz-se muito presente, no entanto, para a última edição do programa em 2022. Isso porque o reality fez o ator Arthur Aguiar como vencedor de 1,5 milhões de reais, com 68,69% dos votos, e ele não era, digamos assim, o candidato preferido da maior parte do público — e teria ganhado, dizem os rumores, por meio de uma votação de adulterada com o uso de robôs.

Poucos dias após a vitória do ator, muitos internautas brasileiros apontaram que a votação havia sido fraudada. Isso porque a compra desses “bots” não é necessariamente difícil, tampouco cara, e Arthur Aguiar ficou, ao longo dos três meses, várias vezes posicionado em rankings como uns dos jogadores mais “odiados” pelo público.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das notícias da Consumidor Moderno  

Mas será que de fato a votação do BBB foi fraudada?

Ainda que Aguiar tenha recebido muitos comentários negativos sobre sua atuação durante o programa — e, de fato, não seja tão favorito quanto Juliette, vencedora da edição anterior —, uma série de especialistas em cibersegurança já destacaram que é “pouco provável” que a votação da Globo tenha sido fraudada.

Em nota, a emissora destacou que seus processos são bastante protegidos por camadas de seguranças que garantem um resultado legítimo. “O sistema de votação utilizado no Big Brother Brasil, e demais reality shows da Globo, possui mecanismos de segurança e de monitoração. Não temos nenhum indício de votos realizados por robôs, ou quaisquer outros mecanismos de fraude, que impactem a dinâmica do programa. Qualquer tentativa de automação de votos estaria sujeita às validações de controle e segurança, que são aplicadas no processamento de cada um dos votos”.

Leia mais: Como consome a Juliette, vencedora do BBB21? | Perfis Oficiais CM

De fato, para que o voto seja efetivo, é necessário passar por algumas camadas de verificação, entre elas, os “captchas”, validações de segurança que comprovam a legitimidade de um humano realizando o voto.

Em entrevista, o ator ainda destacou que não é a primeira vez que o público indica que há uso de bots que fraudam a votação do BBB. “Não é o primeiro ano que dizem que quem ganha teve ajuda de robôs, as pessoas entram numas teorias de desmerecer nossa trajetória. Creio que a Globo como uma empresa gigante pode falar melhor do que ninguém sobre seu sistema de defesa”, declarou. “Quando fui ao Paredão falso não valeu, agora que ganhei foi com robô. Não faz sentido”, finaliza ele.

Seguidores internacionais e posicionamentos duvidosos

Até então, não houve prova alguma de que a votação tenha sido efetivamente fraudada, mas alguns internautas declararam detalhes no mínimo estranhos no Twitter sobre a atuação das redes sociais de Arthur Aguiar, como milhares seguidores tailandeses e árabes — o que sugere um investimento para a compra de seguidores.

Leia mais: Estratégias de marketing: o que podemos aprender com erro de ação no BBB?

Já se sabe também que existem programas hackers e inteligências artificiais capazes de driblar o sistema de “captcha”, que garante parte da tal legitimidade da votação da Rede Globo.


+ Notícias

BBB 21: A mina de ouro da Globo com o poder de impulsionar o varejo

Memes que contaram histórias e conectaram marcas e pessoas 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS