7 startups que inovaram na experiência com o cliente

Serviço de assinatura para viagens, mercados que vendem produtos “feios, porém deliciosos” e até lojas de casacos que reproduzem o frio na loja. Conheça algumas das mais curiosas experiências do cliente nos EUA e Canadá

Crédito: Unsplash

Há quem diga que a melhor defesa do consumidor é uma empresa preocupada com toda a jornada de relacionamento e, claro, coloca o cliente no centro do negócio. A consultoria Accenture, por exemplo, tem defendido a tese que essas companhias se posicionam como Business of Experience (BX), algo como uma evolução do customer experience.

Empresas de BX ainda são raras no mundo, mas a Consumidor Moderno encontrou algumas delas em mercados mais maduros, tais como EUA e Canadá. Confira a lista.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

Canada Goose

A Canada Goose é uma varejista de roupas de inverno com sede no país homônimo. A companhia possui um comércio eletrônico, mas o que realmente chama a atenção é a loja física.

As lojas da rede possuem uma câmara fria onde o cliente pode testar casacos em temperaturas que podem chegar a 27 graus negativos, inclusive com rajadas de vento e neve. Ou seja, você testa o produto na prática.

O público adorou a ideia, o que resultou em um aumento de 15% no faturamento de 2020, justamente no ano em que as lojas físicas foram fechadas. Será que o crescimento teria sido maior?

Imperfect Foods

A Imperfect Foods é uma pequena rede de supermercados que comercializa frutas e legumes considerados  “imperfeitos”, ou seja, com tamanho, cor ou aspectos diferentes.

Normalmente, esses alimentos seriam descartados ou subutilizados, mas não na Imperfect Foods. Lá, o produto é requalificado e vendido a um preço mais baixo. Aliás, no Brasil, existe uma ideia bem similar chamada Fruta Imperfeita.

Honeybee Health

A Honeybee Health é uma farmácia online que tem incomodado as redes tradicionais dos EUA.

Em suma, eles eliminaram os intermediários ou farmácias e passaram a vender medicamentos que podem ser adquiridos diretamente da fábrica. No fim, o produto pode ser adquirido com até 80% de desconto e o consumidor ainda recebe o produto em casa (inclusive com frete grátis).

Tanium

Quem disse que não existe personalização em segurança cibernética?

Um exemplo bem interessante é a Tanium, uma empresa de cibersegurança que mapeia o hardware de uma pessoa ou empresa e, assim, verifica todas as falhas no dispositivo. Após essa análise, ele oferece o programa mais adequado a necessidade de cada cliente.

Journera

A Journera é uma plataforma que mostra toda a jornada de relacionamento do turista, incluindo todos as empresas que prestam todos os serviços: hotel, companhia aérea, aluguel de carros e outro.

Por exemplo: se o voo de turista atrasar, todas as empresas envolvidas na viagem serão avisadas sobre as mudanças no itinerário em tempo real. Além disso, a plataforma oferece um big data valioso para que empresas aprimorem os seus processos e até inovem em seus negócios.

Hoje, estima-se que 40% das empresas de viagens dos EUA já utilizem o aplicativo. Abaixo, veja a entrevista com Jeff Katz, CEO da Journera.

Inspirato

A Inspirato é a primeira companhia a oferecer um serviço de assinatura com foco em viagens. E a ideia é bem interessante.

O consumidor paga uma mensalidade e terá acesso a uma viagem ou experiência completa com base no valor pago à empresa. As sugestões variam conforme o valor pago por mês.

Eusoh

A Eusoh é uma seguradora de animais de estimação peer-to-peer. Ela reúne donos de animais de estimação em uma comunidade e, dessa forma, todos compartilham as despesas de uma enorme variedade de lesões, doenças e condições de animais de estimação.

Os preços transparentes, a liberdade de usar qualquer veterinário e a cobertura estendida tornam esta empresa popular entre os donos de animais de estimação.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+ Notícias

Por que o novo decreto do SAC poderia ser chamado de lei da omnicanalidade?

Como está a cibersegurança dos aparelhos de celular?  




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS