Stranger Things 4 e marcas: Qual música salvou a propaganda do Vecna?

Stranger Things 4 trouxe o poder da música para salvar a personagem Max do vilão Vecna, mas a música também tem o poder de engajar o público com as marcas. Veja quais músicas já salvaram algumas marcas do esquecimento

Imagem: Netflix

Música e propaganda é uma receita poderosa para marcas fixarem sua mensagem junto ao público. Consumidores de todas as épocas têm na memória uma música relacionada a alguma propaganda. Quem não se lembra de “Aquarela”, de Toquinho no comercial da Faber-Castell? Ou então da icônica canção “I Heard It Through The Grapevine”, de Marvin Gaye, na famosa propaganda da Levi’s?

Stranger Things e o poder da música

Recentemente o sucesso do seriado Stranger Things 4 trouxe à tona o poder da música para salvar a personagem Max das garras de Vecna, o vilão da trama. A música escolhida por Max, “Running Up That Hill”, de Kate Bush, está no topo da lista das principais plataformas de streaming do mundo.

A música já salvou algumas marcas do vilão esquecimento

Mais uma vez a série nos ensina sobre experiência e valor de marca. Assim como o poder da música trouxe Max de volta para seus amigos, uma boa música pode impulsionar o engajamento e salvar algumas marcas do esquecimento. Entre milhares delas no mundo da propaganda, relembramos algumas aqui:

Faber-Castell

Com a música “Aquarela” de Toquinho, a Faber-Castell se transformou em um dos maiores sucessos da história da propaganda brasileira. Na voz de uma criança, a canção destaca a imaginação e a brincadeira no momento de desenhar. Impossível esquecer.

Levi’s

“I Heard It Through The Grapevine”, de Marvin Gaye, ficou ainda mais famosa com propaganda da Levi’s em 1985. A estética anos 60 casou direitinho com a rebeldia que marcou toda uma geração e a peça do guarda-roupa de milhares de jovens, o jeans. Resgate de um clássico da soul music que deixou a Levi’s na memória de todos.

Claro

Should I Stay or Shold I Go é um clássico da banda The Clash e  foi utilizada pela Claro na propaganda do Claro Teste. A temática da música e seu refrão caiu como uma luva no filme que mostra a indecisão das pessoas, o que evidenciou a proposta do serviço novo da operada. Na dúvida, teste.

“A Kind of Magic”, do Queen, em outro comercial da Claro, dá aquele toque de magia que a conexão e o telefone celular traziam para a vida das pessoas naquele momento. Detalhe, na mão, nenhum smartphone. Ou seja, naquela época a magia ainda estava apenas começando.

Renault

Sex Machine, de James Brown, apareceu em 1999 num comercial da Renault. A montadora lançava o modelo Clio e queria deixar evidente que o automóvel era mesmo veloz. O resultado ficou bem divertido.

As músicas que salvariam nossa equipe

No portal Consumidor Moderno nossa equipe também elegeu a música que salvaria cada um deles das garras de Vecna ou de qualquer outra situação. Confira!

Vienna – Billy Joel

“A música que me salvaria do Vecna é Vienna, de Billy Joel. A faixa, que já marcou uma geração fã do filme ‘De repente 30’, me acalma e me lembra de como não precisamos correr tanto durante a nossa vida. Ainda que tudo esteja confuso, as coisas vão seguir e dar certo, você pode confiar no processo. E Vienna espera por você” – Camila Lourenço – Repórter.

Blackbird – The Beatles

“Costumo falar que existe uma música dos Beatles para cada momento de nossas vidas. E Blackbird seria a minha ‘salva-vidas’ do Vecna. Gosto do sentimento de calma que ela transmite. E da mensagem que ela traz. Sobre como é possível nos “remendar”, nos curar… de que vivemos uma jornada de aprendizados, para reaprender a ver, a voar, a viver. E, por fim, quando o momento certo chegar, nós seremos capazes ‘to arise’, se reerguer”- Larissa Godoy – Editora Online.

The Pretender – Foo Fighters

“Foo Fighters foi a banda que cresceu comigo desde o começo da minha adolescência até hoje. Para cada fase que eu tive, existiu uma música do Foo Fighters para mim, desde a superação de problemas e até mesmo a aproximação com meu companheiro teve essa banda como plano de fundo. The Pretender é uma música que sem dúvidas me salvaria do Vecna, que fala sobre superação, sobre questionar, sobre nunca se entregar” – Luiza Vilela – Repórter.

Long As I Can See The Light – Creedence Clearwater Revival.

“Difícil escolher uma única música para me salvar. Na verdade, já fui salvo por tantas e em diferentes situações… Uma que certamente me resgataria de onde quer que eu estivesse e me traria de volta para um lugar seguro  é “Long As I Can See The Light”, da banda Creedence Clearwater Revival. Acho que é pelo seu espírito aventureiro. Essa música é como a luz que não me deixa perder o caminho”. Marcelo Brandão – Repórter.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das notícias da Consumidor Moderno


+Notícias

Como a diversidade brasileira está representada pelos anunciantes? 

Big techs, gigantes do varejo e o público geek: conheça a fórmula do sucesso




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS