Otimização de insumos em embalagens é tendência no varejo eletrônico

Granado otimiza sua operação de varejo eletrônico com solução de embalagem sustentável; conheça uma ação que está virando tendência em e-commerce

Tempo de leitura: 3 minutos

1 de julho de 2022

Foto: Pexels

A agenda ESG vem sendo cada vez mais inserida nas iniciativas e ações do varejo eletrônico, não apenas como um rótulo cool, mas na forma de um compromisso verdadeiro com uma cadeia mais sustentável, inclusiva e longeva para os negócios.

Voltada para esse compromisso e objetivando uma redução de custos e melhores desempenhos no e-commerce, a empresa de cosméticos Granado, uma das mais tradicional do Brasil, criou novas soluções de embalagens para os produtos comercializados via varejo eletrônico. A empresa passou a usar soluções de proteção para embalagens feitas em papel reciclado para preenchimento de espaços vazios e proteção dos produtos. A solução foi desenvolvida pela Sealed Air, empresa de fabricação e soluções de embalagens, que já é parceira da Granado há mais de 10 anos.

Varejo eletrônico em sinergia com a agenda ESG

O canal online da Granado, lançado em 2008, tem grande relevância para a empresa e seu crescimento é evidente. Para se ter uma ideia, foi registrado pico de crescimento de 600% nas vendas online durante a pandemia. Com o aumento expressivo da demanda, foi necessário renovar suas embalagens a partir de soluções mais sustentáveis. E foi assim que a empresa desafiou a Sealed Air a substituir suas embalagens para o e-commerce.

Mariano Iocco, líder de Marketing para toda América Latina da Sealed Air, conta: “Desenvolvemos um projeto muito personalizado para a Granado, com base no nível de proteção exigido para seus produtos e em sua realidade operacional para o varejo eletrônico, além de considerar sua demanda por soluções eficientes, inteligentes e sustentáveis. Agilidade e criatividade foram fundamentais para não gerar impacto no processo logístico”.

A Granado passou a usar papel certificado composto por 100% de fibras recicladas para preenchimento de espaços e proteção em suas embalagens. O papel é preparado por meio de um equipamento de tamanho semelhante ao usado anteriormente para soluções em plástico.

Leia mais: Margarina vegana da Qualy destaca compromisso ESG da marca

Por esta razão, a transição foi feita de maneira simples e rápida. A máquina FasFil 1500 é um sistema de preenchimento de espaços destinada especificamente para espaços pequenos e produtos de baixa fragilidade. Com o equipamento, a gramatura do material pode ser definida de acordo com a necessidade de proteção. Além disso, o design frisado do papel reduz o desperdício e a quantidade de material de embalagem necessária para fornecer proteção de qualidade.

“O e-commerce tem grande relevância para o grupo Granado Phebo e o compromisso ambiental também faz parte das nossas diretrizes estratégicas. Por esta razão, optamos pela adoção de sistema de fonte renovável que promove a economia circular. Buscamos então uma solução eficiente, segura e que otimizasse as nossas operações”, conta Marcos Medina, Gerente de Supply Chain do Grupo Granado Phebo.

Conheça o Mundo do CX

Otimização de insumos é tendência no varejo eletrônico

Mariano Iocco também explica que otimizar material de embalagem é hoje uma tendência de eficiência e sustentabilidade muito forte para quem atua no e-commerce.

Leia mais: Como o frete pode ser um aliado no aprimoramento do CX?

“Reduzir embalagem em peso e tamanho influencia na redução do custo de frete e otimiza armazenamento, contribuindo com uma cadeia logística mais sustentável e econômica. Ainda mais quando falamos de material reciclado, que fomenta o desenvolvimento da economia circular”. Além disso, hoje os consumidores exigem cada vez mais soluções de menor impacto ambiental e que entreguem uma experiência de compra positiva”, complementa.

Além de ter as soluções de proteção em papel reciclado, a Granado também conta com as soluções de plástico reciclado da Sealed Air, como EarthAware, uma almofada de ar composta por filme 95% reciclado.

Ampliar o conhecimento para novas cadeia de insumos, rever processos e presar pela criação inclusiva e sustentável é o que move marcas sérias interessadas numa agenda construtiva em ESG.

Não apenas resolver desafios momentâneos, mas deixar um legado para novas gerações deve estar no topo da lista das corporações que hoje atuam com a cartilha ESG sobre a mesa de suas lideranças. Mais do que encontrar boas ofertas e bons produtos no mercado está na hora de encontrarmos também um modo de produção e consumo que crie um mundo melhor do que o que encontramos.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Noticias

Você já ouviu falar em cápsulas de jeans circular de pré-consumo? 

Decathlon Circula: a iniciativa da marca para o mercado de segunda mão 

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS