O que faz uma experiência de compra ser atraente?

Estudo revela como a mudança de valores e tendências afetam clientes mundo afora; confira uma série de conteúdos inéditos da PayPal sobre experiência de compra e CX

Tempo de leitura: 3 minutos

26 de julho de 2022

Foto: Pexels

O que faz uma experiência de compra ser atraente? Essa foi das inúmeras perguntas que encabeçaram o Relatório Comércio sem Fronteiras do PayPal de 2022, sobre comportamento e consumo em diversos países. O trabalho deu origem a um material extenso e abrangente sobre experiência de compra, o qual iremos aos poucos apresentá-lo por aqui.

Mudanças cotidianas afetam a experiência de compra

23% dos consumidores on-line passaram a trabalhar de forma inteiramente remota ou adotaram um modelo híbrido.

As mudanças na forma como os consumidores vivem e trabalham afetam a forma como eles compram. Nos últimos anos, as vidas dos clientes ficaram mais flexíveis do que nunca: 23% dos consumidores on-line passaram a trabalhar de forma inteiramente remota ou adotaram um modelo híbrido.

Essa maior flexibilidade na forma de viver levou os consumidores esperar mais flexibilidade na forma de comprar, segundo o estudo da PayPal. Por exemplo: os consumidores apreciam políticas de devoluções claras que permitem que eles comprem primeiro e decidam depois; 28% dos entrevistados declararam que isso aumentaria sua confiança nas compras internacionais como um todo.

Interesse por uma experiência de compra internacional

42% dos clientes on-line pesquisados declararam se sentir mais confortáveis com as compras internacionais agora do que em 2020.

Os consumidores estão ficando cada vez mais interessados nos mercados internacionais. De acordo com o estudo, oferecer experiências de compra inovadoras e aceitar uma série de opções de pagamentos é uma ótima forma de chamar a atenção do consumidor hoje.

Cada vez mais confortáveis em comprar no exterior Impressionantes 42% dos clientes on-line pesquisados declararam se sentir mais confortáveis com as compras internacionais agora do que em 2020.

Então, o que está por trás de uma mudança tão significativa? Além do impacto geral da pandemia, que causou a migração para compras on-line, os consumidores internacionais apontam ferramentas de proteção contra as fraudes, a possibilidade de pagar em moeda local e uma ampla variedade de métodos de pagamento como elementos que os tranquilizam na hora de comprar no exterior.

Como os consumidores estão superando sua hesitação inicial de comprar no exterior, as empresas agora também precisam atender às demandas dessas pessoas. Seja aumentando a velocidade de carregamento, traduzindo os conteúdos ou oferecendo experiências de compras intuitivas, é hora de aumentar a confiança dos consumidores ao superar as expectativas.

Conheça o Mundo do CX

O preço em primeiro lugar

61% dos entrevistados disseram que aguardariam maiores tempos de entrega caso o preço fosse mais atrativo. 

A segurança, praticidade e experiência geral do consumidor sempre serão um ponto importante, mas o preço ainda é a principal métrica para clientes internacionais. Como se o aumento dos preços das contas mensais, do combustível e dos mantimentos não fosse suficiente, os consumidores agora se preocupam com a inflação como um todo.

Segundo o estudo, o preço agora é um fator mais importante do que a gratificação instantânea; 61% das pessoas entrevistadas disseram que aguardariam maiores tempos de entrega caso o preço fosse mais atrativo.

Valores de marca são importantes

Mais da metade dos compradores on-line estão dispostos a pagar mais por marcas que considerem socialmente responsáveis.

Uma coisa é certa: os vendedores não devem esperar para atrair clientes com ofertas. Os valores da sua marca são mais importantes do que você pode imaginar, especialmente em mercados que não estão tão preocupados com preço.

De acordo com o estudo, mais da metade dos compradores on-line estão dispostos a pagar mais por marcas que considerem socialmente responsáveis. Essa mentalidade é muito forte no México, onde a maioria dos consumidores afirma que nem consideraria fazer uma compra sem antes avaliar os valores da empresa.

Devido às turbulências nos últimos dois anos, mais empresas passaram adotar a ideia de ser transparente em relação a seus valores, já que esta é uma forma cada vez mais eficaz de se diferenciar da concorrência.

Priorize as novidades

46% dos consumidores on-line globais afirmam estar mais propensos a comprar de uma empresa que ofereça experiências inovadoras 

As tendências não impactam apenas o que os consumidores compram, segundo o estudo da PayPal, elas também afetam como eles compram. À medida que o comércio eletrônico fica mais arraigado em nossas vidas diárias, os vendedores estão adotando novas experiências de compra, como vendas por livestream, comércio por voz ou compras por realidade aumentada ou virtual para se destacar — e os consumidores estão prestando atenção.

Atraídos por essas novas interações, o estudo revela que 46% dos consumidores on-line globais afirmam estar mais propensos a comprar de uma empresa que ofereça experiências virtuais ou digitais inovadoras. E, como se isso não fosse suficiente, 72% dos consumidores na China ficam mais propensos a comprar quando o vendedor oferece experiências digitais ou virtuais.

Enfim, esses são apenas alguns recortes do estudo Relatório Comércio sem Fronteiras do PayPal de 2022 que iremos abordar em “pílulas” de conteúdo aqui no Portal CM. Acompanhe pela hashtag #CMPayPalCX.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Notícias

Como o TikTok pode impulsionar pequenos e médios negócios? 

Como colocar o cliente no centro e ir além 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS