Os restaurantes serão vítimas da COVID-19?

Alguns modelos de negócio foram questionados após o início da quarentena, inclusive os restaurantes. Em webinar, Habib’s e iFood debateram o tema

Uma das grandes questões desta quarentena é a alimentação. Quem só gosta de comer fora de casa está com saudades dos restaurantes. Quem gosta de fazer todas as refeições em casa, por sua vez, tem motivos para estar satisfeito. No meio do caminho, entre esses dois públicos de opiniões contrárias, há aqueles que estão movimentando o mercado de delivery, utilizando serviços como iFood, Rappi e entregas próprias de restaurantes.

Este último grupo está provocando muitas mudanças ao mercado de consumo: o número de entregas cresceu muito. De acordo com estudo da Kantar, 39% dos entrevistados pretendem aumentar as compras no e-commerce. Com isso, a boa notícia é que muitas empresas apostaram em boas práticas para atender ao cliente nesse cenário. Em webinar realizado pela Consumidor Moderno, Lucas Mancini, diretor de Delivery, Takeaway e Drive-thru do Habib’s, conta inclusive que foram feitas promoções para facilitar a vida do cliente.

Arnaldo Bertolaccini, diretor de Customer Experience do iFood, por sua vez, afirma que o alinhamento e a liderança foram indispensáveis para lidar com o contexto atual. “Neste momento, estando mais separadas, as pessoas curiosamente estiveram mais próximas em termos de comunicação”, diz. “Tivemos desafios entre tomar decisões rápidas, de transferir pessoas para o home office rapidamente, mas, o que ficou mais claro quanto a nossa relação com os consumidores, foram as novas preocupações”.

Uma das primeiras mudanças feitas pelo iFood foi o cuidado com a higiene – a entrega sem contato entre o cliente e o funcionário, o que protege ambos. “Hoje, a preocupação com o manuseio é a principal demanda que identificamos”, diz.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS