Adeus fake news? WhatsApp lança recurso para diminuir desinformação

Novo recurso permite que os usuários carreguem a mensagem diretamente pelo navegador do celular ou do computador sem que o WhatsApp tenha acesso ao conteúdo da mensagem

O aplicativo de mensagens instantâneas foi um dos que mais circularam noticias falsas sobre o coronavírus. | Foto: Unsplash

O WhatsApp, um dos aplicativos mais utilizados no Brasil, está investindo em novas medidas que podem ter impacto positivo na redução de propagação de fake news. Através de uma integração com o Google , a plataforma agora vai possibilitar que usuário pesquise os conteúdos de uma mensagem para evitar a desinformação .

“Ao fornecer uma maneira simples de pesquisar na internet sobre o conteúdo desse tipo de mensagem, podemos ajudar nossos usuários a encontrar notícias ou outras fontes de informação sobre o conteúdo recebido”, disse a companhia em nota.

Como funciona?

WhatsApp

Novo recurso começa a ser testado nesta terça-feira (04). Foto: Divulgação WhatsApp.

Para utilizar basta tocar ou clicar no botão de lupa que será exibido ao lado da mensagem. Disponível para os consumidores do Brasil, Espanha, Irlanda, Itália, México, Reino Unido e Estados Unidos, todos podem carregar a mensagem pelo navegador do celular ou do computador sem que o WhatsApp tenha acesso ao conteúdo da mensagem. De forma simples e rápida.

Importância da atitude

Além de aumentar a segurança, a iniciativa que ocorre em ano eleitoral no Brasil e nos Estados Unidos pode reduzir a desinformação no aplicativo de mensagens instantâneas, principalmente, na época das candidaturas.

A novidade também surge em um momento delicado após ter sido alvo de fake news durante o início da pandemia. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 73,7% das informações e notícias falsas sobre o coronavírus circularam pelo WhatsApp. Enquanto 10,5% foram publicadas no Instagram e 15,8% no Facebook.

O estudo foi realizado com base nas notificações recebidas entre os dias 17 de março e 10 de abril pelo aplicativo Eu Fiscalizo.

*Com informações da Agência Brasil.


É seguro transferir dinheiro por WhatsApp?

Apps de mensagens são os principais intermediadores de vendas online no Brasil

WhatsApp: de canal opcional a estratégia?

76% dos brasileiros interagem com marcas via WhatsApp, diz pesquisa






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS