Autoridade de Proteção de Dados vai apurar megavazamento de clientes da telefonia

ANPD informou que entrou em contato com a Polícia Federal e não descarta aplicar uma punição aos responsáveis pelo megavazamento

Crédito: Unsplash

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) informou que vai investigar o vazamento de mais de 102 milhões contas de celulares identificado por uma empresa de segurança cibernética na deep web.

“A ANPD está tomando todas as providências cabíveis. A autoridade oficiou outros órgãos, como a Polícia Federal, a empresa que noticiou o fato e as empresas envolvidas, para investigar e auxiliar na apuração e na adoção de medidas de contenção e de mitigação de riscos relacionados aos dados pessoais dos possíveis afetados”, disse.

Ainda de acordo com a nota, a Autoridade informou que não está descartada a possibilidade uma punição aos envolvidos pelo vazamento. “A ANPD atuará de forma diligente em relação a eventuais violações à Lei 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD), e promoverá, com os demais órgãos competentes, a responsabilização e a punição dos envolvidos.

Defesa do consumidor em alerta

O vazamento foi descoberto pela empresa PSAFE, que encontrou números de celulares de diferentes operadoras, além dos nomes e endereços dos assinantes. Na deep web, essas informações estariam sendo comercializadas a US$ 1 por registro.

Além do DPDC, órgãos de defesa do consumidor também iniciaram suas respectivas apurações sobre o megavazamento de dados pessoais.

Um deles é o Departamento Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), da Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON) também deu início a uma apuração sobre o mesmo vazamento de dados pessoais. Para esclarecer o assunto, o órgão intimou executivos das quatro maiores operadoras de telecomunicações do País. As empresa tem 15 dias para responder os questionamento do DPDC.


+ Notícias

Seguro contra vazamento de dados? Em breve no seu celular

Segurança de dados se torna cada vez mais importante para os consumidores






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

CM 260: Conarec 2020 e sua imersão em experiência em um mundo antinormal

VEJA MAIS