Renner implanta sistema pioneiro e tem melhoria de 64% na precisão dos estoques

Clientes, fornecedores e colaboradores são beneficiados pela nova prática da varejista

Tempo de leitura: 4 minutos

17 de julho de 2022

Foto: Pexels

A Renner, maior varejista de moda omni do Brasil, concluiu a implantação de um sistema para gestão, controle, reposição e segurança de estoques com identificação por radiofrequência (RFID, na sigla em inglês), pioneiro entre as grandes empresas do setor em todo o mundo.

A iniciativa está alinhada ao ciclo de aceleração digital da Renner, com o objetivo de melhorar cada vez mais a experiência de compra do cliente (CX), por meio de uma atuação omnichannel.

Com o projeto, etiquetas de RFID são aplicadas em 100% dos itens comercializados pela varejista, com uma tecnologia inovadora que combina funcionalidades de alarme antifurto com a gestão de dados e a disponibilidade dos produtos em tempo real.

Desenvolvida desde 2018 em parceria com a Sensormatic, do grupo Johnson Controls, a solução hoje é utilizada em toda a operação da marca Renner no país, incluindo suas quase 400 lojas físicas.

O sistema foi implantado de forma gradual, sendo concluído ao longo de 2021. Os ganhos de eficiência verificados durante todas as fases do projeto garantiram à Renner o segundo lugar na categoria varejo na edição deste ano do RFID Journal Awards, principal premiação internacional de casos de aplicação de tecnologias de identificação por radiofrequência por empresas de todos os setores da economia mundial.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Melhora no estoque e na experiência dos clientes

Entre os resultados já alcançados está a melhor gestão dos estoques e ganhos de produtividade nas lojas. O ato de registro da venda, no checkout dos clientes, evoluiu para a leitura automática de todos os itens com a desativação do alarme em um único processo.

Já a chamada ruptura de estoque – que ocorre quando o produto está no estoque da loja, mas não está exposto na área de vendas – teve queda geral de 87% graças aos alertas automáticos emitidos aos Bluebirds, dispositivos móveis usados pelos colaboradores nas lojas. A automatização desse processo agiliza e facilita o trabalho de reposição.

O sistema implementado também resultou na melhoria de 64% na acuracidade dos estoques, que representa a quantidade física de produtos disponíveis comparado com o que está registrado no sistema.

A precisão desta informação é essencial para a operação omnichannel, que contempla estoques integrados entre o físico e o on-line, com a possibilidade de os consumidores optarem em comprar pelo e-commerce e retirar em uma loja física, por exemplo.

“A implementação do RFID é estratégica para a evolução dos nossos negócios e para aprimorar cada vez mais a experiência de compra. Com esta inovação, melhoramos a acuracidade dos nossos estoques, a disponibilidade das mercadorias à venda e a produtividade das operações, com aprimoramento contínuo da gestão e foco no encantamento dos clientes”, afirma o diretor-presidente da Lojas Renner, Fabio Faccio.

Leia mais: A importância da gestão de estoques em tempos de crise

Parceiros e clientes beneficiados pela tecnologia
de precisão de estoques

Os fornecedores de confecção da varejista, que aplicam as etiquetas nos produtos, também são beneficiados. Aproximadamente 30% deles já utilizam o novo sistema como ferramenta de controle dos próprios processos internos.

Com isso, conseguiram reduzir os volumes de devolução e reenvio de pedidos por erros na contagem ou na seleção de modelo e/ou tamanho das peças encomendadas.

“O processo de implantação da solução de RFID foi desafiador e estruturante, pois exigiu o envolvimento de diversas áreas da companhia e dos nossos fornecedores. Nenhuma varejista de moda do nosso tamanho conseguiu aplicar esta tecnologia com a mesma inovação, agilidade e escala que nós alcançamos, e isso nos enche de orgulho”, diz o diretor de riscos da Lojas Renner, Alexandre Ribeiro.

Mais de 500 milhões de produtos vendidos pela Renner já receberam as etiquetas únicas de RFID e segurança, e aproximadamente 4 milhões de leituras são realizadas diariamente. Isso garante ainda mais agilidade em diversas operações nas lojas, além de permitir a redução de vários dias para poucas horas no prazo necessário para a realização dos inventários.

O executivo conta que os principais pontos que motivaram o desenvolvimento do projeto de RFID na Renner estão relacionados à estratégia omnichannel da marca.

“Com a implementação do sistema, estamos melhorando a acuracidade dos estoques, possibilitando a melhor distribuição, reposição de produtos em lojas físicas e disponibilidade de produtos nos canais digitais, o que traz uma experiência de compra cada vez melhor para nossos clientes”, completa.

Conheça o Mundo do CX

A importância dos estoques para o atendimento ao cliente

Imagine só encontrar a peça de roupa perfeita no site e, apenas no carrinho, no momento de fechar a compra, descobrir que o tamanho adequado ou a cor selecionada não está disponível nos estoques da loja? O cliente chega a ter uma experiência negativa sem sequer adquirir o produto. Afinal, expectativas foram criadas e sumariamente frustradas.

Pensando nisso, Alexandre Ribeiro, diretor de riscos da Lojas Renner, explica que o estoque preciso é fundamental para uma experiência de compra cada vez mais encantadora, pois dessa forma os clientes sabem que na Renner irão encontrar os produtos que precisam nos modelos e nas características que estão procurando.

“Com o RFID garantimos mais agilidade em toda a nossa operação, além da disponibilidade precisa dos itens com ainda mais rapidez na entrega por todos os canais de venda disponíveis”, reforça.

Logo, possuir estoque e logística preparados para as mais diversas jornadas e opções de escolha do consumidor trata-se de elemento obrigatório às empresas que se utilizam do e-commerce.

A modalidade de compra online, que foi intensificada durante a pandemia de Covid-19, veio para ficar, e pensar em mecanismos que otimizem processos faz parte do refinamento que a prática vem sofrendo desde então.

Mais do que o controle interno de estoque, importante mesmo é o que o cliente consegue enxergar da operação: menos fricção, mais facilidade e agilidade na hora de fechar negócio.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Você prefere comprar roupas na loja física ou no online?

Consumo das classes C e D apresenta alta no varejo




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS