Braskem desenvolve primeiro solvente reciclado

Resultado de iniciativas da petroquímica em prol da economia circular, novo solvente foi feito para ser aplicado em adesivos e borrachas

Por: - 3 semanas atrás

Crédito: Shutterstock

A Braskem, petroquímica e fabricante de biopolímeros, desenvolveu seu primeiro solvente reciclado. Criado para ser aplicado em adesivos e borrachas, o produto faz parte do projeto da empresa em lançar elementos sustentáveis e fortalecer o compromisso com a transformação da economia circular na cadeia produtiva.

O Hexano RC pertence ao grupo de solventes hidrocarbônicos, desenvolvido a partir da sua produção de polietileno (PE), um dos tipos de plástico mais comuns e utilizados em embalagens. Antes de ser comercializada, a matéria-prima passa por um processo de tratamento para adquirir maior pureza.

A solução pode ser aplicada nos segmentos de adesivos, tíneres e borrachas, entre outros, e a empresa tem capacidade inicial de fornecimento de cerca de duas mil toneladas por ano do produto.

Segundo Cláudia Madrid, responsável pelo Negócio de Solventes da Braskem, o novo produto surgiu da parceria entre setores dentro da empresa.

“Identificamos uma oportunidade de mercado em um segmento que valoriza o resíduo da produção de outra área, fechando nosso ciclo produtivo internamente, sem a necessidade do envolvimento de um parceiro para a destinação do que não era aproveitado. A partir disso, foi possível desenvolver a solução e fazer os estudos necessários para confirmar a viabilidade da produção em larga escala, mantendo a qualidade, a segurança e o bom desempenho, que são diferenciais nas entregadas da Braskem”, comenta Cláudia.

LEIA TAMBÉM: Braskem acelera startups de olho no uso sustentável do plástico

Reconhecimento

A Braskem foi reconhecida como empresa líder em desenvolvimento sustentável pelo Pacto Global Compact da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais de 10 mil empresas do mundo inteiro participam do Pacto Global e, deste total, somente 36 empresas receberam o reconhecimento da ONU, sendo a Braskem a única empresa brasileira presente entre as reconhecidas.

“Nós temos a preocupação de reforçar constantemente o nosso engajamento e as nossas contribuições para as agendas socioambientais. Nosso propósito é melhorar a vida das pessoas criando soluções sustentáveis a partir da química e do plástico e ficamos muito orgulhosos por sermos mais uma vez reconhecidos como Empresa Líder em Desenvolvimento Sustentável por uma organização tão importante. Isso mostra que estamos no caminho certo”, afirma Fernando Musa, presidente da Braskem, que esteve presente em eventos da Semana do Clima da ONU em Nova York.

Para Lise Kingo, CEO e diretora Executiva do Pacto Global da ONU, “as empresas LEAD representam o mais alto nível de engajamento com o Pacto Global da ONU. Mais do que nunca, o mundo precisa de empresas de todos os tamanhos – como as anunciadas hoje como LEAD – que trabalham continuamente para melhorar seu desempenho em sustentabilidade e tomam medidas para construir um mundo melhor”.

Economia circular

O modelo econômico ‘extrair, transformar, descartar’ da atualidade está atingindo seus limites físicos. A economia circular é uma alternativa atraente que busca redefinir a noção de crescimento, com foco em benefícios para toda a sociedade. Isso envolve dissociar a atividade econômica do consumo de recursos finitos, e eliminar resíduos do sistema por princípio.

Apoiada por uma transição para fontes de energia renovável, o modelo circular constrói capital econômico, natural e social e incentiva a redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia, assim como o uso eficiente de recursos naturais.

Em uma economia circular, a atividade econômica contribui para a saúde geral do sistema. O conceito reconhece a importância de que a economia funcione em qualquer escala – para grandes e pequenos negócios, para organizações e indivíduos, globalmente e localmente.


LEIA MAIS

Moda circular: responsabilidade das empresas e o comportamento do consumidor

Tramontina e Braskem lançam primeira cadeira feita de plástico reciclado no Brasil

Pesquisadores criam máquina que faz suco e copos com casca da laranja

Braskem acelera startups de olho no uso sustentável do plástico