Como melhorar o uso do WhatsApp para negócios

Para acompanhar as necessidades no atendimento ao consumidor marcas miram em novas soluções oferecidas pelo WhatsApp para negócios

O WhatsApp possui mais de 2 bilhões de usuários no mundo. No Brasil, o número de pessoas que usa o aplicativo diariamente está em torno de 120 milhões, segundo dados de 2019 divulgados pelo próprio app. Tal popularidade fez com que o uso do Whatsapp para negócios se tornasse uma grande oportunidade comercial para as empresas, que começaram a utilizá-lo para vender ou dar assistência aos clientes.

Segundo dados do Sebrae, o WhatsApp Business já é utilizado por 72% dos empreendedores brasileiros que possuem lojas e empresas de pequeno porte. Mas, como usar essa ferramenta de forma a ter os melhores resultados possíveis – seja no engajamento dos clientes ou na conversão de vendas?

Leia também: Consultoria aponta o que os consumidores esperam das marcas online 

Focando no WhatsApp para negócios

Lançado em 2018, o WhatsApp Business tem se firmado cada vez mais como uma ferramenta estratégica para manter a proximidade com o cliente.

Diferentemente do app comum, na versão para empresas é possível automatizar algumas mensagens, como ausência de atendentes, incluir informações da marca no perfil, além de incluir um catálogo de produtos direto na ferramenta.

Nesta versão, o objetivo principal é facilitar a rotina de trabalho de pequenos e médios empreendedores, já que conta com recursos exclusivos como relatórios criados automaticamente, que apresentam informações precisas sobre a quantidade de mensagens que foram enviadas, entregues e lidas pelos clientes.

Contudo, para grandes companhias, que recebem milhares de mensagens por dia, o WhatsApp Business ainda não é totalmente escalável.

Indo além com a versão WhatsApp Business API

Em inglês, API significa Application Programming Interface, ou interface de programação de aplicativos. A API do WhatsApp Business permite integrá-lo a CRMs, plataformas de atendimento, softwares de automação de marketing, entre outras tecnologias. Assim, vários operadores podem acessar a mesma conta e a empresa consegue centralizar o relacionamento com o cliente.

Sendo assim, algumas ferramentas nessa integração são habilitadas, o que inclui a possibilidade de usar número fixo, uso de chatbots e vários atendentes utilizando a mesma conta, ao mesmo tempo, tornando o aplicativo muito interessante para médias e grandes empresas.

Contudo, o WhatsApp Business API depende da aprovação do próprio WhatsApp para cada nova conta. Por isso, empresas têm recorrido a provedores oficiais para ativar sua conta no app.

Startups impulsionam o desenvolvimento de soluções para o aplicativo

Com a relevância do WhatsApp no Brasil e no mundo, as startups começaram a enxergar um terreno fértil para a criação de modelos de negócios para trabalhar dentro da plataforma.

A ChatPay, por exemplo, é uma startup brasileira que nasceu em janeiro de 2020, com o intuito de gerenciar grupos pagos no WhatsApp. A empresa desenvolveu uma plataforma onde é possível criar um grupo de WhatsApp exclusivo, com apresentação personalizada e descritiva do grupo. Depois, para entrar no grupo, o participante efetua o pagamento, com possibilidade de parcelamento, mensalidade e até assinatura.

A ideia da startup é cuidar de todos os processos de gerência do grupo pago. A pessoa escolhe o valor que deseja cobrar e cria uma página de vendas para seu grupo. Depois, os clientes dessa pessoa compram uma vaga, através do sistema de pagamentos da plataforma. Após a confirmação de pagamento, os clientes recebem acesso ao link e podem entrar instantaneamente no grupo.

Já a Ubots, startup fundada em 2016, oferece soluções baseadas em inteligência artificial e desenvolveu uma plataforma própria pensada tanto para interações com agentes humanos quanto com chatbots.

Na prática, uma empresa que queira atender no WhatsApp para aproximar a relação com os clientes, pode utilizar um chatbot para o primeiro contato realizado através do canal. O bot realiza o atendimento inicial e, diante das informações que recebe, direciona o cliente para um atendimento mais específico e assertivo.

Outra funcionalidade disponível no canal é o envio de áudio, que também garante uma proximidade maior.

5 dicas para potencializar o uso do WhatsApp Business para os negócios

  1. Disponibilize um catálogo de produtos ou serviços: informações práticas a respeito dos preços e detalhes dos produtos ou serviços é tudo o que o cliente quer. E, quanto mais prático, melhor para agilizar a decisão de compra do consumidor.
  1. Não demore em responder: organize-se para nunca deixar o cliente esperando. Instantaneidade é a palavra da vez quando o assunto é mídia social. Usar o WhatsApp na versão para computadores ajuda a responder com mais rapidez. Quando estiver offline, aproveite o recurso de resposta de ausência para que, pelo menos, o cliente saiba que a mensagem foi recebida corretamente e será respondida na primeira oportunidade.
  1. Configure o perfil corretamente: informações básicas, quando reunidas em um só lugar, podem ser muito úteis ao cliente. Localização, e-mail, site e horário de atendimento são importantes para uma consulta rápida quando o cliente não se lembra o endereço do estabelecimento, ou do horário de funcionamento. Com apenas um toque, ele tem todas as informações facilmente.
  1. Aposte nas listas de transmissão: além de manter a confidencialidade dos dados de cada pessoa que está nela, o cliente recebe uma mensagem individual, o que dá um tom próximo e atencioso.
  1. Mantenha os clientes atualizados: além de ajudar a permanecer no radar dos clientes, enviar mensagens esporádicas, com informações relevantes aos clientes, podem ser úteis no atendimento, como mudança no horário de expediente ou esquema de funcionamento em feriados.

+ Notícias 

Estratégias para aumentar o ticket médio das empresas 

Carrefour vê efeitos de digitalização e registra aumento de 43% no lucro líquido em 2020 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

CM 260: Conarec 2020 e sua imersão em experiência em um mundo antinormal

VEJA MAIS