AliExpress abre plataforma para vendedores brasileiros

Maior marketplace do mundo, AliExpress abre plataforma para vendedores brasileiros

O site de origem chinesa oferece serviços de logística em parceria com os Correios e opção de frete grátis em compras a partir de R$ 50

Foto: PhotoMIX Company/Pexels

O AliExpress, serviço de vendas internacionais do grupo Alibaba, anunciou neste mês de agosto a abertura de seu e-commerce para todos os vendedores brasileiros. Considerado o maior marketplace do mundo, a plataforma chinesa oferece vantagens para vender seus produtos, incluindo frete grátis para todo o Brasil. O site trabalha com comissões mais baixas e mais competitivas que a média do mercado nacional e também o repasse diário de pagamentos, que são vantagens para os lojistas, que também vão se beneficiar do tráfego de milhões de usuários do site.

Neste caso, os vendedores pagarão valores entre 5% e 8% (os percentuais variam conforme a categoria dos produtos vendidos) de seu faturamento à plataforma, que irá assegurar, além de sua tecnologia e base de usuários, um serviço integrado de logística. O envio de produtos dentro do território nacional será coordenado pela Cainiao, empresa de logística do grupo Alibaba, que já possui operação no Brasil.

Os técnicos da Cainiao ficarão com a responsabilidade de adicionar tecnologias avançadas do grupo Alibaba no Brasil e coordenar os serviços prestados pelos parceiros locais.  A empresa informou que compras partir de 50 reais, sem pesos excessivos no produto, já são elegíveis para frete grátis. A Cainiao trabalhará em parceria com os Correios para entregas e em breve a empresa anunciará mais parceiros.

Quanto aos repasses financeiros, o serviço de vendas locais no e-commerce AliExpress assegurará aos lojistas brasileiros que o fluxo seja mais rápido que a média do mercado e a possibilidade de realizarem saques, sem custos, diariamente.

Ferramentas inovadoras

AliExpress

Yaman Alpata, Head do Marketplace da AliExpress no Brasil | Foto: reprodução

Em nota, a AliExpress destacou também que disponibilizará para os lojistas do Brasil ferramentas de marketing inovadoras criadas pelo grupo Alibaba para melhorar a conversão e performance de suas vendas. Por exemplo, o canal Universidade AliExpress oferece, em português, cursos técnicos de marketing digital. Há também um serviço de suporte via call center disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, em que todos podem tirar dúvidas a respeito dos novos vendedores que ingressam na plataforma.

A empresa estudou o mercado e vai oferecer mais recursos para garantir resultados. “A missão do Alibaba é tornar mais simples e fácil o jeito de fazer negócios em qualquer parte do mundo. Agora, poderemos não apenas atender os consumidores brasileiros, mas também colaborar com nossa tecnologia para o crescimento de pequenos e médios negócios no Brasil, contribuindo para o desenvolvimento e a digitalização da economia brasileira”, afirma Yaman Alpata, Head do Marketplace da AliExpress no Brasil.

Quem pode fazer parte?

Foram definidas algumas condições para poder fazer parte da plataforma de vendas. Ainda em nota, a empresa disse que  tudo foi pensado com a ideia de poder controlar melhor a qualidade dos serviços oferecidos no e-commerce da AliExpress. Inicialmente, só serão autorizadas as entradas de vendedores que possuam um cadastro CNPJ. O ingresso de quaisquer lojistas na plataforma está sujeito à aprovação do AliExpress. Assim que o cadastro é liberado, o vendedor pode registrar produtos em sua loja e iniciar as vendas online imediatamente. A empresa foi fundada em 2010 e está no Brasil desde 2019.


+ Notícias

AliExpress inicia semana de promoções no Brasil e investe em entrega mais rápida

AliExpress lança recursos para facilitar compras dos brasileiros durante a quarentena




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS