Baby Boomers e suas relações com aplicativos e jogos de celular

Você sabia que as gerações mais velhas constituem grande parte dos usuários de WhatsApp, Facebook e até mesmo jogos casuais, como Candy Crush Saga e Angry Birds?

Foto Pixabay

Baby Boomers consomem tecnologia? Sem dúvida alguma. Apesar de terem vivido a maior parte de suas vidas sem Internet, as gerações mais velhas vão muito além daqueles tios ou avós que pedem ajuda aos mais jovens para enviar um e-mail (ou um “zap zap”). Eles representam uma fatia importante do envolvimento digital, e muitas tecnologias são desenvolvidas com foco nessa geração.
Boomers são um dos grupos com maior poder aquisitivo, visto que puderam trabalhar e acumular recursos por mais tempo que as gerações X, Y e Z.
De acordo com a US News & World Report, aproximadamente 70% de toda a renda disponível nos EUA pertence a Baby Boomers, e eles constituem o maior segmento de consumidores.
Essa geração foi participante central de vários grandes movimentos sociais e políticos e, por mais que não se relacione com as transformações com a mesma velocidade que os Millennials, está muito acostumada com elas.
Um relatório da Associação Americana de Pessoas Aposentadas (AARP) mostra que muitos americanos com 50 anos ou mais estão adotando a tecnologia para permanecer conectados com suas famílias e o mundo em geral: 7 em 10 americanos acima de 50 anos possuem um smartphone, e 9 em 10 têm um computador ou laptop.

baby boomers

Foto Pixabay

Boomers adoram games

A tecnologia e os jogos de celular estão ajudando pessoas mais velhas a lidar com a solidão, com o tédio e com as perspectivas de perda de memória.
De acordo com uma matéria publicada no jornal The Northern Echo, além do WhatsApp e Facebook, jogos casuais, como Candy Crush Saga, Bejeweled e Angry Birds são os aplicativos favoritos entre pessoas das gerações Boomer e Silenciosas.
Um relatório da Tapjoy indica que 23% dos jogadores de dispositivos móveis são pessoas acima de 55 anos de idade, e classificados como a população demográfica que mais cresce para adotar jogos mobile e redes sociais.
Independentemente do motivo para games no celular (seja para passar o tempo, relaxar ou manter a mente ativa) todas as gerações gostam de jogar. Cerca de um terço dos Boomers jogam em celulares todos os dias, segundo a pesquisa Mobile Gamer Insights Report.

Aplicativos que incluem a todos

A facilidade dos comandos por voz em smartphones e aparelhos inteligentes para casas está ganhando força. Tecnologias de voz são extremamente amigáveis para pessoas que precisam de mais tempo para aprender a utilizar novas tecnologias, e o seu uso cresceu de 6,4 milhões em 2017 para 8,2 milhões em 2018.
Além das tecnologias de voz, outros aplicativos foram desenvolvidos para compensar funcionalidades que não existem nos smartphones, mas que seriam úteis para as gerações mais velhas.
O aplicativo BIG Launcher, por exemplo, aumenta o tamanho de todas as funções dos aparelhos celulares, deixando a tela mais visível para aqueles que têm dificuldade em enxergar tantas informações pequenas nos dispositivos.
Baby Boomers
Da mesma forma, o Phonotto é um aplicativo que instala uma interface simplificada nos smartphones, ajudando aqueles que querem usar funções simples, como chamadas telefônicas, e-mails, mensagens e redes sociais, mas não conseguem lidar com as características avançadas das interfaces ultra-tecnológicas.
Para quem toma remédios e precisa de lembranças diárias, o app Medisafe permite não apenas a configuração de lembretes personalizados no celular, mas o compartilhamento em tempo real de quando os medicamentos foram tomados, em horário e quantidade, para que os familiares possam acompanhar e ajudar no processo. O aplicativo também avisa quando está chegando a hora de reabastecer o estoque dos remédios, e permite monitoramento da pressão arterial.
Por fim, o Lumen é o aplicativo de paquera dos Boomers, funcionando exatamente como o Tinder, mas com foco em pessoas 50+. Ele permite conhecer pessoas com base em filtros adicionados pelo usuário e geolocalização. Ainda é pouco conhecido no Brasil, mas já se encontra com interface em português.

Baby Boomers

Foto Pixabay

Algumas estatísticas relevantes, segundo a AARP, Nielsen e AdWeek:

– Mais de 70% dos adultos acima de 60 anos estão presentes nas redes sociais, e 91% dos adultos acima de 50 anos usam smartphones para manter contato com amigos e familiares;

– Os Boomers amam o Facebook, sendo a rede social preferida por 65% dessa geração;

– Um terço dos Boomers americanos fazem compras online e gastam quase US$ 7 bilhões todos os anos;

– Até 2020, 100 milhões de usuários de smartphones terão 45 anos ou mais, e isso representa 42,43% da participação de mercado;

– Estatísticas mostram que aproximadamente 70% de toda a renda disponível nos EUA pertence a Baby Boomers, e eles constituem o maior segmento de consumidores.


+ GERAÇÕES

A Geração Z está matando diversos setores do mercado. E agora?
O que as empresas precisam saber sobre os Baby Boomers?
Estudo aponta que Geração Z é a mais criativa até hoje
Como as gerações se relacionam com a comida?
Aplicativos e jogos mais baixados pelos Millennials

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS