Marcas exploram TikTok em busca de diálogo com a Geração Z

Rede social mais quente do momento atrai marcas e influenciadores e já teve mais de 1,5 bilhão de downloads no mundo todo

A melhor maneira de medir a popularidade de uma rede social é observar o movimento de migração das marcas para a plataforma. Quando os perfis de marcas começam a surgir, é sinal de que aquela rede social já atingiu massa crítica em um determinado grupo demográfico. É o que acontece com o TikTok, que tem audiência predominantemente jovem e começa a experimentar a chegada de marcas em busca de diálogo com a Geração Z.

O TikTok foi o fenômeno de downloads em 2019, atingindo a marca de mais de 1,65 bilhão de downloads desde que foi lançado e impactando até na desaceleração do crescimento de redes concorrentes, como o Instagram.

Se você ainda não conhece ou não instalou o app é porque, muito provavelmente, não faz parte da faixa etária predominante de seus usuários: 16 a 24 anos, a nata da Geração Z, segundo a empresa de análise Sensor Tower.

A Geração Z está matando diversos setores do mercado. E agora?

De acordo com relatório do Think With Google, os jovens da Geração Z costumam fazer e consumir seus próprios conteúdos, sem precisar de intermediários.

O relatório também diz que publicidade tradicional já não funciona mais para este público. Cerca de 64% dos entrevistados diz gostar de um vídeo de marca apenas quando é autêntico e reproduz a realidade. Neste cenário, é natural que as marcas comecem a se interessar pelo espaço.

Veja abaixo exemplos de marcas brasileiras e estrangeiras que estão atuando TikTok e, logo depois, algumas dicas para quem deseja entrar na rede neste ano.

Guaraná
@guaranaAprendi alguns movimentos com a isamachado 😂 Vocês lutam alguma coisa?! || com majucca e @mãejucca #Repost majucca♬ som original – guarana

Uma das marcas brasileiras pioneiras no TikTok, o Guaraná lançou um perfil na plataforma e trabalhou com influenciadores para a produção de conteúdo mais voltado para o humor. A iniciativa saiu do mundo digital e também contou com o lançamento de uma série de 27 latas temáticas com mensagens especiais sobre coisas que só os brasileiros sabem fazer. As latas trazem um TikTok code – espécie de QR code que, ao ser escaneado, redireciona para o perfil de Guaraná no TikTok.

Desinchá
@desinchaQue tal uma #pinklemonade de #desinchá para alegrar sua vida meu consagrado lucianodvs11 #receita #receitarápida #receitasimples #receitafácil♬ som original – desincha

A marca brasileira de chá Desinchá usa bom humor e prestação de serviços para entreter os mais de 100 mil seguidores no TikTok. Além de contar com conteúdos produzidos por influenciadores, a marca também publica receitas e bastidores do escritório da empresa.

Corinthians
@corinthiansPartiu, Flórida Cup! 🛫 #VaiCorinthians #FlóridaCup♬ Please Don’t Go(Snap Your Life) – Joel Adams

O Corinthians, clube mais popular de São Paulo e com uma das maiores torcidas do Brasil, faz um trabalho de divulgação de treinamentos e bastidores do clube no TikTok. O perfil não se restringe ao futebol masculino e também mostra o que está acontecendo com a equipe de futebol feminino.

The Washington Post
@washingtonpostThanks for the audio thehypehouse♬ original sound – thehypehouse

O jornal americano The Washington Post foi uma das primeiras marcas a entrar no TikTok. Apesar de ser um jornal sério e supertradicional, o perfil no TikTok abusa da informalidade e do humor para mostrar os bastidores da redação. O tom mais leve e informal se encaixa totalmente com a plataforma e com o perfil mais jovem do público.

Chipotle
@chipotleTFW guac is free. Online/in-app only 7/31 #GuacDance Terms: chip.tl/avoday♬ The Guacamole Song – Dr. Jean

Para comemorar o “dia nacional do avocado”, matéria prima do guacamole, a rede de fast-food americana Chipotle lançou um desafio no TikTok chamado #GuacDance. A hashtag incentivava os clientes a enviar vídeos de dança para expressar seu amor pela comida. A campanha foi o desafio de marca com o melhor desempenho da plataforma nos EUA, recebendo 250.000 envios de vídeo no total.

Dicas para as marcas que querem se aventurar na onda do TikTok

É hora de fazer experiências

Como as marcas ainda estão tateando nesse novo universo, não existem tantas normas ou regras que devem ser seguidas sobre o que funciona na rede. Aproveite essa liberdade para experimentar novas formas de produzir os conteúdos, pensar em formatos mais ousados e testar os resultados enquanto a rede ainda se consolida para as marcas.

Poder à comunidade

O TikTok só ganhou tamanha popularidade porque foca nos conteúdos criativos gerados organicamente pelos usuários. As marcas que estão tendo melhores resultados são aquelas que colocam o processo criativo nas mãos das pessoas, incentivando que seus consumidores e clientes compartilhem vídeos usando ou interagindo com seus produtos de alguma forma.

Rede social é conversa

As pessoas estão no TikTok para se divertir e interagir umas com as outras. Uma estratégia de comunicação bem sucedida precisa fazer com que a marca esteja integrada nas conversas que estão acontecendo, como por exemplo participando das #HashtagChallenges, que são altamente populares no app.

Nada de superprodução

Os vídeos dos principais influenciadores do TikTok são caseiros, gravados e editados com os efeitos disponíveis no próprio aplicativo. Em um mundo em que os consumidores estão se tornando cada vez mais céticos em relação à publicidade, os vídeos não editados e brutos podem ser uma ótima maneira de mostrar a marca de forma autêntica.

Trabalhe com influenciadores

O TikTok já tem um robusto elenco de influenciadores brasileiros e estrangeiros. Uma boa estratégia para ter alcance e engajamento é trabalhar diretamente com essas pessoas para a produção de conteúdo para a marca.


TikTok faz nova vítima: Instagram

Quibi: o serviço de streaming que mescla TikTok e Netflix

Techlash, o fenômeno que ameaça o Facebook e a indústria digital


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS