Jovens da Geração Z são os mais solitários no ambiente de trabalho

Solidão no ambiente de trabalho traz riscos para a saúde e impacta a produtividade, diz pesquisa

Nascidos entre 1996 e 2010, os integrantes mais velhos da #GERAÇÃOZ dão os primeiros passos profissionais. Criativos, hiperconectados e socialmente responsáveis, os Gen Z buscam flexibilidade, novas formas de trabalhar, empresas com propósito, hierarquias horizontalizadas e ambientes que privilegiam a troca de conhecimento.

No entanto, mais de 80% dos membros desta geração que estão empregados dizem ser solitários no ambiente de trabalho, segundo pesquisa da seguradora Cigna Corp realizada com 10.400 pessoas nos EUA.

A pesquisa sobre solidão no trabalho mostra que, para os trabalhadores da Geração Z, um dia no escritório vem com uma sensação de vazio e a necessidade de “esconder seu verdadeiro eu”.

Eles acreditam que seus empregos não têm significado e sentem mais atrito entre seus valores pessoais e os valores das empresas, em comparação com os trabalhadores mais velhos, segundo a pesquisa.

Os profissionais da Geração Z têm duas vezes mais chances de se sentirem “abandonados” pelos colegas de trabalho quando estão sob pressão, e a maioria dos trabalhadores se sente “emocionalmente distante” dos colegas. Os mais velhos têm taxas mais baixas de solidão e são menos propensos a dizer que se sentem alienados por seus colegas de trabalho, segundo o estudo.

“A forma como nos comunicamos no ambiente de trabalho pode estar alimentando o senso de isolamento das gerações jovens”, diz Douglas Nemecek, diretor médico da Cigna.

Segundo o pesquisador, os Gen Z evitam ligações telefônicas e conversas pessoais –  tipos de interação que podem levar a conexões mais profundas – preferindo interações por e-mail ou mensagens instantâneas.

“É fundamental que os empregadores criem um espaço em que os funcionários possam se conectar pessoalmente e formar relacionamentos significativos com seus colegas de trabalho”, afirma Nemecek, em entrevista à CNBC.

Impacto na produtividade

O sentimento de solidão no ambiente de trabalho traz impactos diretos para a produtividade dos funcionários e deve ser visto pela área de Recursos Humanos como um problema a ser combatido.

De acordo com a pesquisa, trabalhadores solitários têm duas vezes mais chances de faltar por doença e cinco vezes mais chance de se ausentar por causa do estresse.

Menos da metade (45%) dos trabalhadores solitários dizem ser mais produtivos do que seus pares, e 12% dos trabalhadores solitários acreditam que seu trabalho é de qualidade inferior ao que deveria ser.




Netflix ou Cinema? Quais os hábitos de consumo da Geração Z?
Marcas exploram TikTok em busca de diálogo com a Geração Z
Geração Z é mais politizada do que as anteriores. Como impactar este público?
A Geração Z está matando diversos setores do mercado. E agora?







ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS